Barista italiano ministra minicursos e degustações de graça

Que tal participar de minicursos e degustações com um barista italiano sem gastar nada? Stefano Giannini, de 28 anos, trabalha na illycaffè e é especialista em máquinas de espresso, métodos de extração e na arte do barismo.

Minicursos e degustações: programação

A ação vai ocorrer em lojas do Pão de Açúcar de 7 cidades diferentes, de 3 estados do Brasil, entre os dias 26 de junho e 4 de julho, para todo o público interessado.

As sessões pela manhã serão das 9h às 11h30. À tarde, serão das 15h às 17h30 e não é necessário fazer inscrição prévia. Também não há limite de vagas para os participantes.

Confira a programação na íntegra:

Data Período Cidade Loja Endereço
 

26 de junho

 

Manhã

 

São Paulo

 

Jardim Paulista

 

Av. Brigadeiro Luís Antônio, 3142

 

26 de junho

 

Tarde

 

São Paulo

 

Ricardo Jafet

 

R. Prof. Serafim Orlandi, 299

 

28 de junho

 

Manhã

 

São Paulo

 

Anália Franco

 

Av. Regente Feijó, 1425

 

28 de junho

 

Tarde

 

Santana do Parnaíba

 

Alphaville II

 

Av. Marte, 624

29 de junho  

Manhã

 

Campinas

 

Cambuí

 

Av. Gal Osório, 1844

 

29 de junho

 

Tarde

 

Piracicaba

 

Piracicaba

 

Rua Visconde do Rio Branco, 583

 

30 de junho

 

Manhã

 

São Paulo

 

Morumbi

 

Av. Francisco Morato, 2385

 

30 de junho

 

Tarde

 

São Paulo

 

Real Parque

 

Av. Magalhães de Castro, 6118

 

1º de julho

 

Manhã

 

São Paulo

 

Jabaquara

 

Av. Engenheiro Armando de Arruda Pereira, 2022

 

1º de julho

 

Tarde

 

Santos

 

José Menino

 

Av. Presidente Wilson, 94/96

 

3 de julho

 

Manhã

 

Brasília

 

Lago Sul

 

SHI/SCL QL 05, Conjunto F, Nº 80, Loja 210

 

4 de julho

 

Manhã

 

Rio de Janeiro

 

Leblon

 

Rua José Linhares, 245

A iniciativa é da illycaffè em parceria com o Pão de Açúcar.

Sobre o barista italiano

Stefano é professor da Università del Caffè, programa educacional da torrefadora para o mundo do café. Ele mora na Itália, porém vive circulando pelo mundo com seus treinamentos e atividades para profissionais e fãs de café, como distribuidores da illycaffè e alunos das filiais da Università del Caffè. Ele também ministra aulas no Mestrado Internacional em Economia e Ciência do Café, oferecido anualmente pela torrefadora italiana, em Trieste.

Leia também:

E aí, o que achou da ação com minicursos e degustações de café gratuitas com um barista italiano? Conte nos comentários a sua opinião e compartilhe com seus amigos pelas redes sociais usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo. 

Foto: Divulgação

Compartilhe com seus amigos:

Máquina de café manual surpreende pelo design

Tem coisa mais linda do que essa máquina de café manual? Ela foi desenvolvida pela Strietman, uma empresa holandesa de produtos relacionados ao café, fundada por Wouter Strietman. A máquina é feita de forma artesanal, com o mínimo de tecnologia possível. Com ela, o processo é todo manual, o que dá a quem prepara o controle total diante do preparo do cafezinho. Uma simplicidade que encanta!

Você vai gostar de ler:

Máquina de café com design da Holanda

A máquina de café foi inspirada nas primeiras cafeteiras italianas de 1945, com tecnologia desenvolvida no período pós guerra. Não tem nada de botões nem telas, você controla a extração do cafezinho manualmente, na alavanca. Essa aí leva o nome de ES3 e é acoplada à parede, não é linda?

 

A máquina usa eletricidade para aquecer a água e você pode ajustar a temperatura de acordo com o método e o grão que preferir, equilibrando a acidez do seu café. A estrutura é feita em aço com detalhes em madeira e pesa, em média, 8 quilos, sem necessidade de manutenção frequente. (Inclusive, no site da empresa eles fornecem os passos para fazer a manutenção em casa). Esse modelo custa entre 1.350 euros e 1.380 euros.

Foto: modelo de máquina CT1

Outro modelo da marca, tão lindo quanto o primeiro, é o CT1, que tem as mesmas características do ES3, só que não precisa ser instalado na parede. A máquina CT1 custa 1.570 euros. Para compras fora da União Europeia, segundo o site, é cobrada uma taxa extra de 50 euros.

 

Modernidade e simplicidade com características do passado. Que coisa linda! Qual você prefere? Já pensou em ter uma máquina de café dessas em casa? Conte nos comentários e compartilhe com seus amigos usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo.  

Fotos: Divulgação

Compartilhe com seus amigos:

Cafeteria de SP promove curso em fazenda de café

Atenção coffee lovers de plantão e você que pensa em se profissionalizar no segmento de cafés. Já conhece de perto uma fazenda de café? O Octavio Café acaba de abrir inscrições para o curso ‘Da Semente à Xícara’, que será realizado de 15 a 18 de junho nas fazendas da empresa em Pedregulho, no interior de São Paulo.

Curso oferece aulas na fazenda de café de propriedade da cafeteria

São 4 dias, que incluem um final de semana na fazenda de café. As aulas oferecem uma verdadeira imersão, englobando todo o processo desde a semente até a degustação daquele cafezinho de qualidade.

Os participantes têm a oportunidade de aprender de perto sobre plantio, planejamento da colheita, colheita seletiva, manual e mecânica, irrigação, preparo do café e secagem, além da preparação da xícara perfeita (máquina, moinho e compactação), vaporização de leite para cappuccinos e o conceito de latte art.

Foto: Octavio Café/Divulgação

Segundo Jonas Picirillo, diretor do Octavio Café, esse é um curso voltado especialmente para quem deseja se profissionalizar no ramo. “A imersão contempla toda a experiência passada no Curso de Barista, mas com conhecimento mais profundo através da vivência dos processos de produção do café na fazenda”, completa.

Quanto custa o curso?

O programa de 4 dias inclui hospedagem na Hospedaria do Café – aberta apenas a quem faz o curso -, com pensão completa e translado da pousada até as fazendas. Para o quarto single, o valor do investimento é de R$ 3.200. Já para os quartos double, o valor é de R$ 2.970 por pessoa. O pagamento pode ser dividido em até 10 vezes no cartão de crédito. As vagas são limitadas a oito inscritos.

Você vai gostar de ler:

Inscrições

Para se inscrever, é só solicitar a ficha cadastral e enviar de volta, preenchida, junto com o comprovante de pagamento. Para mais informações, ligue (11) 3074-0110 ou envie um e-mail cursos@octaviocafe.com.br.

Gostou da ideia de conhecer de perto uma fazenda de café? Já teve essa oportunidade? Conte nos comentários e compartilhe com seus amigos usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo. 

Foto de destaque: Octavio Café/Divulgação

Compartilhe com seus amigos:

Café com design: conheça a Boutique Du Design

Café com design. Quando esses dois se juntam só pode resultar em coisa boa, não é? Essa é a ideia da Boutique Du Design, resultado da união de duas paixões de Cris Duarte, que é paulistano, designer gráfico e super criativo.

Você vai gostar de ler:

Café com design: entenda a ideia

Reprodução – Cappuccino e Cia

Esses são os pilares do modelo de negócio do Cris, que também é noivo de uma francesa e que, por isso, passou por uma temporada em Paris, na França. Foi nessa fase da vida que ele começou a trabalhar e atender os clientes em espaços coletivos, como coworkings e cafeterias.

Assim começou a Bonjob, a Boutique Du Design. Não é difícil imaginar que Bonjob vem da palavra bonjour (bom dia, em francês). Afinal, segundo ele, um bom trabalho e um bom dia sempre começam com um bom café.

Ele voltou ao Brasil junto com a noiva e segue atuando com esse modelo de negócio por aqui. Os clientes da Boutique Du Design têm um menu para escolher o tipo de trabalho que mais se adequa às suas necessidades: Job boteco, Job coado, Job espresso, Job longo e Job Premium.

Leia também:

O que mais sai é o coado. Quer conhecer as características de cada um deles e saber mais detalhes? Acesse o site Cappuccino e Cia e confira na íntegra.

Gostou da união de café com design? Uma ideia criativa e interessante, não acha? Conhece mais algum projeto que tenha a ver com café? Conte aí. Compartilhe sua opinião nos comentários e use a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo. 

Foto de destaque: Pixabay

Compartilhe com seus amigos:

Onde descartar cápsulas Dolce Gusto? Confira!

Boa notícia para você que quer saber onde descartar cápsulas Dolce Gusto. A Nescafé anunciou essa semana que está ampliando seus postos de coleta de cápsulas em 42%. São 13 novos locais para recolhimento do material em lojas Grupo Pão de Açúcar distribuídas em diversas cidades do Estados de São Paulo (Barueri, Campinas, Indaiatuba, Santana do Parnaíba, São Caetano do Sul, São José do Rio Preto e São Paulo) e do Paraná (Curitiba).

Saiba onde descartar cápsulas Dolce Gusto e faça sua parte

Reforçando o comprometimento com o uso sustentável dos recursos e preservação do meio ambiente, a marca está constantemente em busca de alternativas para reduzir o impacto ambiental e gerar valor compartilhado para toda a sociedade.

Confira os novos 13 endereços onde descartar cápsulas Dolce Gusto no Brasil:

Campinas/SP
R. Alecrins, 616 – Cambuí
Av. Barão de Itapura, 2233 – Itapura

Barueri/SP
Alameda Rio Negro, 111
Alameda Madeira, 152

São Paulo/SP
R. Gonçalves Crespo, 217 – Tatuapé
R. Cardoso de Almeida, 472 – Perdizes
R. Teodoro Sampaio, 1933 – Pinheiros
R. Bairi, 435 – Alto da Lapa
Av. Washington Luís, 3919 – Chácara Monte Alegre

Santana do Parnaíba/SP
Av. Marte, 624 – Alphaville

São José do Rio Preto/SP
Av. Bady Bassitt, 5300

Indaiatuba/SP
Av. Pres. Vargas, 1264

São Caetano do Sul/SP
R. Maranhão, 975

Curitiba/PR
Av. Rep. Argentina, 1297

Leia também:

Processo de reciclagem de cápsulas Dolce Gusto

Foto: Divulgação

As cápsulas da Dolce Gusto recolhidas nos pontos de coleta passam por um processo de reciclagem e são transformadas em novos produtos, como o porta-cápsulas Renove. Esse foi o primeiro artigo da marca feito neste conceito. As cápsulas são triadas, fragmentadas e transformadas em uma resina termoplástica, que é a matéria-prima usada para a produção do porta-cápsulas.

Presentes para os clientes

Para marcar a ampliação da operação, mil “Clientes Mais” destas unidades do Pão de Açúcar, previamente selecionados pela frequência e volume de compras de cápsulas Dolce Gusto, vão receber em casa um porta-cápsulas Renove. Eles também vão receber um material informativo sobre a iniciativa, convidando-os a levar suas cápsulas usadas aos novos pontos.

O que achou da ideia? Agora que você já sabe onde descartar cápsulas Dolce Gusto, que tal avisar os amigos? Compartilhe nas suas redes sociais usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo. 

Fotos: Divulgação

Compartilhe com seus amigos:

Mudas de plantas vão parar em cápsulas de café

Se você usa café em cápsulas com frequência já deve ter reparado a sua quantidade de lixo aumentou, não é mesmo? O que você faz com cápsulas de café usadas? Muitas pessoas ainda têm o hábito de jogá-las no lixo comum, mas existe também quem pensa no destino delas de forma mais sustentável.

Você vai gostar de ler:

Projeto usa cápsulas de café para colocar mudas de plantas

As principais empresas que vendem cafés em cápsulas têm se preocupado com o descarte correto cada vez mais e estão buscando alternativas e ações que engajem seus consumidores. Mas, a realidade está longe de ser a ideal. Segundo estimativa da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), em 2019, serão consumidas 16 mil toneladas de café por meio dessas cápsulas. Acadêmicos do bacharelado em Ciências Biológicas da Universidade do Oeste Paulista (Unoeste) encontraram uma utilidade nada convencional para a reutilização dessas embalagens: abrigar mudas de orquídeas e suculentas.

A aluna Diliane Harumi Yaguinuma, que está envolvida na iniciativa, conta que as mudas de suculentas foram produzidas por eles, já as de orquídeas foram doadas pelo docente da graduação, Dr. Nelson Barbosa Machado Neto. “Realizamos uma campanha para a arrecadação na comunidade em geral. Esses pequenos vasinhos poderão dar um toque diferenciado nos jardins e residências. Agora é só aguar e cuidar para que essas plantinhas se mantenham com vida e saudáveis”, conta Diliane.

“Além da produção extra de lixo, existe outro agravante: o desinteresse ou a dificuldade em realizar a reciclagem das cápsulas. Por serem muito pequenas e compostas de alguns materiais não recicláveis, muitas são simplesmente descartadas como lixo orgânico por causa da borra de café”, acrescenta Diliane.

Leia também:

Os pequenos vasos serão distribuídos gratuitamente aos participantes da 23ª Jornada de Educação da Faculdade de Artes, Ciências, Letras e Educação de Presidente Prudente (Faclepp/Unoeste), que será realizada entre os dias 22 e 27 de maio.

O que achou da ideia de projeto sustentável com cápsulas de café? Conhece mais alguma iniciativa nesse sentido? Conte nos comentários. Ações como essa merecem ser compartilhadas! Não se esqueça de usar a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo nas suas redes sociais. 

Fotos: Gabriela Oliveira

Compartilhe com seus amigos:

5 aplicativos para celular sobre café

Os aplicativos para celular estão mudando nossa forma de viver, já reparou? Eles facilitam muitas tarefas do nosso dia a dia. Podemos melhorar o caminho de ida e volta do trabalho, ou para qualquer lugar, fugindo do trânsito, podemos pedir um táxi, ir ao banco, conversar com os amigos e fazer ligações usando a rede, pedir comida delivery e por aí vai. Tudo pela tela do celular.

A tecnologia tem proporcionado muitas vantagens e isso também inclui o mundo dos cafés. Existem alternativas interessantes de aplicativos para celular sobre cafés que vão deixar a sua experiência com a bebida mais interessante. Veja:

Você vai gostar de ler:

5 opções cafeinadas de aplicativos para celular

1. Find Me Coffee

O aplicativo Find Me Coffee ajuda a localizar as melhores cafeterias mais próximas a você. O aplicativo está em inglês e você ainda pode, ao final de sua experiência, avaliar o local, em itens como o Wi-Fi, o atendimento e deixar sua opinião em geral.

App disponível para Android, Windows Phone e iOS.

2. Coffee Recipes

O Coffee Recipes é o aplicativo ideal para quem busca receitas com café. As opções são super bem explicadas e, além disso, ele oferece dicas sobre os métodos de preparos de cafés no Brasil e também no México e na Colômbia.

App disponível para Android e iOS.

3. Coffee Nerd

O aplicativo Coffee Nerd dá excelentes dicas sobre como preparar um café mais elaborado e especial. Com ele, é possível fazer anotações e cálculos, que ajudam, por exemplo, a obter a quantidade exata de grãos ao preparar o seu café. Com a proporção perfeita, é possível também configurar o aplicativo de acordo com a medida de suas máquinas.

App disponível para Android.

Leia também:

Para saber quais são os outros 2 aplicativos para celular sobre café selecionados, acesse o Grão do Dia.

Já conhecia alguma dessas opções de aplicativos para celular? Tem mais alguma sugestão para completar a lista? Conte nos comentários e compartilhe nas suas redes sociais usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo. 

Foto: Pixabay

Compartilhe com seus amigos:

Capa de celular diferente faz café na hora

O smartphone já é praticamente parte do corpo da maioria das pessoas hoje em dia, não é? A notícia boa é que agora a gente não precisa mais se preocupar com aquela vontade louca de tomar café quando não tiver nenhuma cafeteria por perto. A Mokase é uma capa de celular diferente que faz café, não importa a hora nem o lugar.

Mokase: a capa de celular diferente vem da Itália

A ideia é dos designers italianos Luigi Carfora e Clemente Biondo, da Smart K. Eles se inspiraram justamente nesses momentos em que buscamos um cafezinho e não tem nenhum lugar por perto para matar a vontade.

Você vai gostar de ler:

O projeto está disponível em um site de financiamento coletivo, onde também é possível encontrar mais detalhes. A capinha tem menos de 1 cm de espessura e espaço para guardar um sache de café selado a vácuo. Ao acionar o comando por um aplicativo, o sache é aquecido e pode ser servido, abrindo uma espécie de “portinha” na capinha. Essa “portinha” rompe o  lacre do sache.

Veja o vídeo:

O capa de celular diferente tem uma bateria de lítio e pode aquecer cerca de 25 ml de café em até 8 segundos. Esse calor, por sua vez, não estraga o aparelho, segundo os desenvolvedores. Para recarregar, basta conectar a capinha a uma entrada USB.

São algumas versões disponíveis, compatíveis com Iphone 6, 6S e 7, além de opções para celulares Samsung e LG. O copinho, também criado por eles, é dobrável e pode ser usado como chaveiro. Legal, né? A primeira entrega está programada para setembro deste ano e o preço depende do kit escolhido. Acesse o site de financiamento coletivo.

Capa de celular diferente, cheia de design e ainda faz café? Que a ideia se multiplique. Gostou da ideia? Comente e compartilhe nas suas redes sociais usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo. 

Fotos: Divulgação

Compartilhe com seus amigos:

Tomar café pode te ajudar a ser mais otimista

Qual é a sua visão sobre a situação da sua vida e das coisas à sua volta hoje? Você vê sua xícara sempre meio cheia ou meio vazia? Olha, se a resposta for meio vazia, a dica é se levantar já e ir fazer e tomar café! É científico e pode funcionar.

Tomar café para ver o lado bom da vida funciona?

A resposta é SIM. Tomar café pode te ajudar a ver o mundo de um jeito mais otimista. E a culpa é da cafeína.

Essa é a conclusão de uma pesquisa feita por Lars Kuchinke, da Universidade Ruhr, na Alemanha. De acordo com a pesquisa, a cafeína aumenta a transmissão de dopamina, o neurotransmissor responsável pela produção de sensações de prazer e alegria.

A dopamina, por sua vez, estimula o lado esquerdo do cérebro, que controla a linguagem do ser humano. Por isso, você fica mais ágil na hora de distinguir palavras e dá preferência às boas. Tudo porque, cientificamente, temos a tendência de reconhecer primeiro as expressões com significados positivos.

Leia também:

Participaram dessa pesquisa 66 voluntários, que passaram por um teste. Antes da prova, 33 tomaram uma pílula com 200 miligramas de cafeína e a outra metade tomou uma pílula com efeito placebo, ou seja, sem efeito nenhum.

Em seguida, todos foram submetidos à prova: passando uma porção de letras em uma tela de computador, os participantes precisavam dizer, rapidamente, se aquilo formava ou não uma palavra.

O resultado já dá para imaginar: a turma cafeinada reconheceu muito mais as palavras positivas. Sabe aquele colega de trabalho que vive reclamando de tudo do seu lado? Que tal dar uma xícara de café para ele?

Aliás, se é tão bom assim, vamos todos tomar café, não é mesmo? O que acha da ideia? Comente aí e conte para os seus amigos usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo.   

Foto: Pixabay

Com informações da Superinteressante.

Compartilhe com seus amigos:

Aprenda a fazer pães caseiros gratuitamente em SP

Quem é que não gosta de um pãozinho com manteiga e café? Difícil encontrar quem recuse uma combinação como essa. Hoje a dica é para quem quer aprender a fazer pães caseiros, especialmente para quem mora em São Paulo, Capital.

Curso grátis ensina como fazer pães caseiros

A oficina culinária para aprender a fazer pães caseiros será ministrada pela chef de cozinha Michele de Oliveira na próxima terça-feira, dia 9 de maio. Os alunos inscritos vão aprender duas receitas: uma de pão salgado tradicional e uma de pão nutritivo de abóbora, além de todas as técnicas de fermentação.

Você vai gostar de ler:

Faça pãozinho em casa ou para vender

A oficina vale tanto para você que deseja aprender a fazer o pãozinho, como para quem quer fazer dessa atividade uma fonte de renda. Para quem tiver interesse em fazer o pão para vender, vai haver, inclusive, orientações de empreendedorismo. “O pão é um alimento que nos permite trabalhar diversas formas de preparo. Essa oficina abre oportunidades para adultos e jovens terem uma opção de renda”, sugere a chef de cozinha Michele.

Segundo o Sebrae-SP, esse é um ramo que pode ser interessante para quem pretende se tornar um Microempreendedor Individual (MEI) em São Paulo. “Nossa equipe está empenhada em dar todo apoio às pessoas que estão em busca de atividades para aumentar a renda familiar”, reforça Márcia Kawasaki, gestora do MEI da Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo.

O encontro para aprender a fazer pães caseiros será no Cresan Vila Maria. Fica na Rua Sobral Júnior, 264 – Vila Maria Alta, zona Norte. A oficina terá dois momentos:

1 . Orientação sobre empreendedorismo e as etapas para a formalização como MEI, das 13h às 14h.

2 . Oficina de pães, ministrada pela chef de cozinha Michele de Oliveira, das 14h às 17h.

Vagas e inscrições

São 40 vagas para pessoas com mais de 16 anos. As inscrições devem ser realizadas pelo e-mail eancosan@prefeitura.sp.gov.br até às 17h de segunda-feira, dia 8 de maio.

Essa é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo (SMTE), por meio do Centro de Referência em Segurança Alimentar e Nutricional (Cresan).

Quem vai se inscrever para aprender a fazer pães caseiros em São Paulo? Gostou da dica? Comente e compartilhe nas suas redes sociais usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo. 

Foto: Pixabay

Compartilhe com seus amigos: