Coffee Duo Boticário, a nova linha de perfumes da marca

Que o café tem um perfume bom, isso não dá pra negar. Muitas vezes, mesmo quem não gosta da bebida é atraído pelo seu aroma irresistível. Tanto é verdade que o mercado da beleza está atento: acaba de chegar a linha Coffee Duo Boticário, com duas novas fragrâncias, uma masculina e uma feminina, que prometem despertar a energia e a paixão do relacionamento. Ui!

Elas foram desenvolvidas à partir de um processo de infusão de grãos de café Arábica (eles a gente conhece bem, não é?) Agora, vamos conhecer um pouco mais sobre os produtos?

Coffee Woman Duo traz o exclusivo acorde Latte Macchiato, inspirado na mistura do amargor do café com a cremosidade do leite, além de frutas doces negras e delicadas flores.  A embalagem branca  com dourado é para nos lembrar da doçura e cremosidade do leite.

A versão masculina traz o acorde Café au Cream. Aqui a inspiração é a força do café, misturada com a cremosidade do licor, o frescor das especiarias e o calor do âmbar. A embalagem preta e prata mostram o lado mais intenso do café.

Você vai gostar de ler:

Na linha feminina, tem também o leite hidratante de banho. Já para complementar a linha masculina, tem o hidratante corporal matte. Conheça:

Coffee Woman Duo Desodorante Colônia | 100 ml

Preço: R$ 129,90

Coffee Woman Duo Leite Desodorante Hidratante de Banho | 200 ml

Preço: R$ 44,90

 

Coffee Man Duo Desodorante Colônia | 100 ml

Preço: R$ 129,90

Coffee Man Duo Creme Desodorante Hidratante Corporal Matte | 200 ml

Preço: R$ 33,90

Os produtos da linha Coffee Duo Boticário estão disponíveis nas lojas em todo o país, no e-commerce e com as revendedoras de venda direta. Gostou da novidade? Conte aqui nos comentários. 

Fotos: Divulgação

Compartilhe com seus amigos:

Novo Guia do Barista traz tendências a baristas e entusiastas

A 5ª edição do “Guia do Barista: da Origem do Café ao Espresso Perfeito” acaba de chegar às livrarias, cafeterias e revistarias do Brasil. A primeira edição foi lançada em 2007 e a proposta é abordar temas referentes à preparação de espresso, além de ter informações sobre a produção da bebida, dicas e demonstração de drinques à base de café.

Nesta edição, o leitor encontra novidades no capítulo sobre torra, apresentando questões como: características dos graus de torra, resfriamento, embalagens, variáveis, torradores, radiação, entre outros. O livro, que é voltado ao novo profissional do café e aos entusiastas, também traz novas imagens, dados atualizados e tendências.

Além de mostrar o crescimento do mercado interno da bebida, é possível encontrar  conteúdo sobre cafés de diferentes regiões do mundo, produção mundial e métodos de preparo.

Leia também:

O autor, Edgard Bressani, é formado em Direito, Administração e Marketing e cafeólogo pelo Coffee Consulate de Mannheim, Alemanha. Sócio da Exportadora Capricornio Coffees e do Bravo Café, foi o primeiro juiz brasileiro a julgar um Campeonato Mundial de Barista, além de presidir a Associação Brasileira de Café e Barista (ACBB) por dois mandatos e ser conselheiro da World Coffee Events (WCE).

Guia do Barista: Da Origem do Café ao Espresso Perfeito

Autor: Edgard Bressani
Editora: Café Editora
Edição: 5ª edição, 2018
Número de páginas: 224 páginas
Valor: R$ 75
Compra on-line: www.cafestore.com.br

Você vai gostar de ler:

Gostou da novidade? O Guia do Barista: da Origem do Café ao Espresso Perfeito é uma ótima opção de presente para amantes de café. Escreva aqui sua opinião nos comentários e compartilhe com os amigos usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo. 

Foto: Divulgação

Compartilhe com seus amigos:

Coca-Cola com café é distribuída grátis pelo Cabify

Quando você pede um carro pelo aplicativo, em geral, ganha balinhas, água e, quando muito, um chocolatinho. Uma ação especial vai oferecer a Coca-Cola com café para os passageiros que pedirem carros pelo Cabify.

A nova versão do refrigerante, Coca-Cola Plus Café Espresso, lançada em junho desse ano, promete mais energia para o dia a dia. A Coca-Cola com café tem 220 ml, 40% mais cafeína e 50% menos açúcar do que a versão tradicional.

Leia também:

Cabify e Coca-Cola: como participar e ganhar a Coca-Cola com café?

Os habitantes de cinco cidades (São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Santos e Campinas) serão surpreendidos com latas geladinhas da Coca-Cola Plus Café Espresso de 220 ml em diversos carros de motoristas parceiros. A parceria ocorre até 17 de outubro de 2018 ou enquanto durarem os estoques.

Com o lançamento, a proposta da Coca-Cola FEMSA Brasil é expandir seus produtos e diversificar seu portfólio para atender os diferentes momentos e hábitos de consumo.

Você vai gostar de ler:

Deu pra notar que o cafezinho tá com tudo, né? Quem já experimentou a Coca-Cola com café? Gostou? Conte aqui nos comentários e compartilhe com os amigos.  

Foto: Divulgação

Compartilhe com seus amigos:

Master Origin Nespresso: conheça a nova linha de cafés da marca

Quando se trata de cafés em cápsulas, logo lembramos da Nespresso, que é pioneira no segmento. Sua mais recente novidade é a linha de cafés Master Origin Nespresso e, para o lançamento dos 5 tipos de café de origem única, a marca promoveu uma experiência super interessante na última terça-feira, dia 28 de agosto, em São Paulo.

Depois de ouvir consumidores e fazer uma série de pesquisas, além de parcerias com agricultores locais, a Nespresso nos permite dar uma verdadeira volta ao mundo embalada pelos aromas e sabores do café. Eles são provenientes de Colômbia, Índia, Indonésia, Nicarágua e Etiópia – produzidos com métodos característicos de suas regiões.

Leia também:

Master Origin Nespresso e Fechado para Jantar

Em parceria com o Fechado para Jantar, projeto do chef Raphael Despirite que organiza jantares esporádicos nos lugares mais inusitados da cidade de São Paulo, a Nespresso fez um jantar fechado na Vila São Paulo, um espaço de eventos no Brás. (Para se ter uma ideia, ele já fez jantar dentro de uma livraria e dentro de uma galeria de arte. Cada edição é uma surpresa e, por isso, se você é de São Paulo, vale ficar de olho nas próximas datas).

Primeiro, houve uma recepção com degustação de 5 drinks com café, elaborados especialmente para acentuar o sabor do café de cada origem. Provei todos e contei aqui em baixo os meus 3 preferidos:

Meus drinks preferidos com os novos blends @nespresso.br: 1️⃣ o primeiro feito com India (notas amadeiradas e picantes); 2️⃣ o segundo com Indonesia (notas de madeira tropical e tabaco); 3️⃣ e o terceiro com Ethiopia (notas de frutas e flor de laranjeira). Os 5 novos blends são vendidos em uma única caixinha, com 7 unidades de cápsulas. Tá fácil provar todas, hein! 🌍✈️ Uma verdadeira volta ao mundo, com aromas e sabores do café! Hoje de manhã escolhi o Indonesia para despertar. ☕️❤️#umcafezinhopelomundo . . . 📸 @umcafezinho #coffeelovers #coffeetime #coffeeexperience #cafezinho #umcafezinho #cafe #nespressobrasil #nespresso #nespressomoments #viajarfazbem #cafestagram

Uma publicação compartilhada por Café | Informação | Lifestyle (@umcafezinho) em

Depois, passamos para a experiência do jantar. Os 5 blends inspiraram os 5 pratos servidos: 1 . Carne crua, maionese de alice, vinagrete de óleo de salsinha, nirá e pickles de cebola; 2 . Queijo St. Marcelin, abóboras assadas, lardo e mel de abelha nativa jataí MBEE; 3 . Confit de Pato, purê de grão de bico e salsa verde;  4 . Sorvete de morangos gelato boutique, ricota, pistache e manjericão; 5 . Pain Perdu e compota de maçãs.

Fechado para Jantar exclusivo para apresentar os novos blends da Nespresso. Divulgação

Claudia Leite, gerente de Cafés e Sustentabilidade da Nespresso no Brasil, reforça: “O diferencial desta nova linha são os métodos de processamento de cada café, gerando perfis sensoriais e sabores únicos”. Conheça abaixo mais detalhes sobre a linha de cafés Master Origin Nespresso:

Os cafés da linha Master Origin Nespresso

1 . Master Origin Índia

O café adquirido na Índia passou pela técnica milenar “monsooning”, relembrando um processo antigo, em que os grãos eram transportados em barcos e absorviam um alto nível de umidade do oceano. O mesmo processo foi trazido para o século XXI: grãos de Robusta passaram pelo “monsooning” em armazéns na Índia e foram unidos a grãos Arábica, resultando em um café potente, com notas amadeiradas e picantes.

2 . Master Origin Etiópia

Os grãos de café da Etiópia foram cuidadosamente colhidos e secos naturalmente com a casca e polpa, revolvidos à mão de hora em hora para garantir uma secagem uniforme em terreiros suspensos. O resultado é um café com notas frutas e flor de laranjeira.

Você vai gostar de ler:

3 . Master Origin Colômbia

Na Colômbia, cada fruto de café foi deixado mais tempo no pé, arriscando a fermentação, até que tivesse exatamente o ponto de maturação desejado. Os frutos com coloração roxo escuro foram colhidos à mão.  O resultado é um café com notas vinho e frutas vermelhas.

4 . Master Origin Indonésia

Na Sumatra (Indonésia), o terroir úmido exigiu que os produtores utilizassem um método de processamento descascado úmido. Isso significa que os frutos são descascados, fermentados, secos ao calor e, ainda úmidos, os grãos são processados. O resultado é um café com notas de madeira tropical e tabaco.

5 . Master Origin Nicarágua

Na Nicarágua, utilizou-se o método black honey. Os grãos de café são descascados e secos ainda com a polpa, expostos ao sol intenso nos terreiros, o que permite que o grão absorva os açúcares naturais da própria mucilagem. O resultado é um café com notas de cereais doces.

Os novos cafés da linha Master Origin Nespresso já estão disponíveis nas lojas físicas e também no e-commerce da marca pelo valor de R$ 2,30. Ficou com vontade de provar? Gostou da novidade? Conte nos comentários. 

Foto de destaque: Divulgação

Compartilhe com seus amigos:

Melitta lança programa de reciclagem de cápsulas de café

Boa notícia: a Melitta acaba de lançar seu programa de reciclagem de cápsulas de café em parceria com a TerraCycle – empresa que trabalha com a solução de resíduos de difícil reciclabilidade.

Programa Nacional de Reciclagem de Cápsulas de Café Melitta: como funciona?

A Melitta tem suas cápsulas de café compatíveis com as máquinas Nespresso e, a partir de agora, é possível fazer o descarte correto delas depois de usar.

Primeiro, é preciso acumular pelo menos 50 cápsulas e armazená-las em uma caixa. O próximo passo é acessar a plataforma da TerraCycle, fazer um cadastro e imprimir uma etiqueta pré-paga. Aí é só despachar a remessa em qualquer agência dos Correios, sem nenhum custo para o consumidor.

Reciclagem e responsabilidade social

Ao juntar e participar da reciclagem de cápsulas de café, além de colaborar com o meio ambiente, o consumidor pode praticar a solidariedade sem colocar a mão no bolso.

Cada cápsula corresponde a 2 pontos TerraCycle, que equivalem a R$0,02 e poderão ser revertidos em doações para uma instituição sem fins lucrativos ou escola pública que você escolher. Para isso, é importante enviar o mínimo de 50 cápsulas. Do contrário, os pontos não serão contabilizados, mas o material será recebido e enviado para a reciclagem.

Leia também:

De acordo com as informações do programa, o prazo para computação dos pontos é de até 4 semanas a contar do momento da postagem.

Para onde vão as cápsulas de café?

A TerraCycle tem uma sócia e parceira, a RCR ambiental. Essa parceira recebe e faz uma triagem do material e o encaminha para a reciclagem, possibilitando que ele seja reinserido na cadeia produtiva. A borra de café, por exemplo, é destinada para a compostagem.

Muito bom ver mais empresas trabalhando para encontrar soluções para essa questão, não acha? Gostou de saber sobre a possibilidade da reciclagem de cápsulas de café da Melitta? Conte sua opinião nos comentários e compartilhe com seus amigos pelas redes sociais.  

Foto: Divulgação

Compartilhe com seus amigos:

Café especial no mês do pais é grátis no Octavio Café

O Dia dos Pais é no próximo domingo, 12 de agosto, e eu tenho uma novidade maravilhosa para você que tem um pai que curte um pretinho básico: o café especial no mês dos pais é gratuito no Octavio Café. O mês TODINHO! Que tal convidar o seu pai para um café e oferecer esse presente?

Como retirar um café especial no mês dos pais gratuitamente para presentear?

Para participar e presentear seu pai, vá até alguma quatro das unidades do Octavio Café e peça o cartão-presente no caixa. Para validar, é só o seu pai apresentar após a degustação do café.

Além de ser café especial, o legal é que é possível escolher entre diversos métodos de preparo diferentes de café. Saiba mais sobre eles em seguida:

Métodos de preparo de café por infusão

  • Prensa Francesa: infusão de água e café, filtrado por um êmbolo de metal. Realça o corpo e mantém os óleos essenciais. Método que extrai o maior nível de cafeína.
  • Clever: combina infusão com gravidade, reforçando principalmente o corpo da bebida.
  • Turco*: fervido três vezes durante o preparo, oferece uma bebida intensa em corpo e sabor. Muito usado na “cafeomancia” é o método mais antigo de todos.

Métodos de preparo de café por gravidade

  • Cafeor: filtrado, sem papel, produz uma bebida doce, aromática e rica em óleos.
  • Kalita: apresenta um suporte para filtro que possui uma base alargada e três furinhos. A bebida, com acidez acentuada tem extração uniforme devido ao filtro em formato de ondinhas.
  • Hario V60: coador com relevos em espiral. Produz bebida limpa e suave, realçando as nuances do café. Criação japonesa, é a evolução do nosso coador de papel.
  • Coador de pano: filtra todos os sólidos. A bebida é afetada pelos sabores de outras extrações, que ficam no pano. É o mais comum entre os preparos no Brasil.
  • Chemex: sistema com design diferenciado e filtro triplo de papel. Produz bebida limpa, que realça acidez e aroma. Desenvolvido pela Bauhaus em 1941.

Métodos de preparo de café por pressão

  • Syphon Coffee*: mescla infusão e transferência térmica. Produz bebida potente e encorpada. Criado em 1840 durante uma expedição marítima francesa.
  • Moka Italiana*: a extração acontece através da pressão da água quando entra em ebulição, produz bebida densa e encorpada. Método caseiro mais consumido na Itália.
  • Aram: 100% brasileira, portátil, sem uso de energia elétrica ou cápsulas. Essa cafeteira une design e tecnologia para fazer um espresso incrível.
  • Aeropress: passa por infusão e pressão de ar em uma câmara cilíndrica. Resulta em bebida suave e aromática. Criado em 2005 por um inventor de brinquedos nos EUA.

(*) Esses métodos não estão disponíveis na unidade de Viracopos.

Octavio Café

Shopping Cidade Jardim
Av. Magalhães de Castro, 1200 – 3º piso
De segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 10h às 20h
Telefone: (11) 3198-9476
Flagship Faria Lima
Av. Brg. Faria Lima, 2996 – Jardim Paulistano, São Paulo – SP, 01451-000
Segunda a Sexta, das 07h às 21h, e aos sábados, das 10h às 19h
(11) 3074-0110
Shopping Eldorado
Av. Rebouças, 3970 – 1º Piso
Segunda a Sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 12h às 20h
(11) 2197-6308
Aeroporto Viracopos – Terra
Rodovia Santos Dumont, km 66 – Parque Viracopos, Campinas – Saguão de embarque
Segunda a Domingo, das 07h às 22h
(19) 3795-8546

Foto: Luís Simione/Divulgação

Compartilhe com seus amigos:

Filme Café une três histórias pelo mundo

Na última quinta-feira, dia 2 de agosto, o filme CAFÉ (Califórnia Filmes), de Cristiano Bortone, chegou às salas de cinema. Primeira coprodução entre Itália, Bélgica e China, o filme conta três histórias que acontecem em diferentes partes do mundo, mas que ainda assim são muito próximas. O que as une? O café.

Filme Café: o cafezinho nas telonas

Na Bélgica, Hamed (Hichem Yacoubi) é o proprietário de uma pequena loja de penhores. Ele veio do Iraque procurando por um melhor futuro para si, para sua esposa e para seu pequeno filho. Durante uma violenta revolta na rua, sua loja é saqueada e um precioso pote de café pelo qual tinha grande apreço é roubado. Hamed descobre quem é o ladrão e, independente de sua natureza pacífica, decide fazer justiça com as próprias mãos.

Já na Itália, Renzo (Dario Aita) é um apaixonado sommelier de café, mas trabalha ganhando pouco em um boteco local no país, que está cada vez mais em recessão. Quando sua namorada Gaia descobre que está grávida, ele se vê envolvido em um roubo a uma fábrica de café.

Do outro lado do planeta, na China, Fei (Fangsheng Lu) é um jovem e bem-sucedido gerente. Ele vai casar com a filha de seu chefe, o dono de uma grande empresa química. Tudo parece perfeito em sua vida até que pedem para ele cuidar de um problema em uma fábrica em Yunnan, a rica região de onde ele vem e centro da produção de café na China. Porém, uma misteriosa jovem artista irá forçá-lo a prestar contas por sua vida.

Segundo Cristiano Bortone, diretor, esse é um filme atual e reflete todas as incertezas que a sociedade está passando. “O mundo está passando por grandes mudanças e os desafios que fomos alertados estão aparecendo agora em toda sua intensidade. No filme, esses problemas são expressados através dos destinos que ligam esses três personagens em diferentes partes de um mundo cada vez melhor” diz o diretor.

FICHA TÉCNICA

Direção: Cristiano Bortone
Elenco: Hichem Yacoubi, Dario Aita, Fangsheng Lu
Gênero: Drama
País: Itália, Bélgica, China
Ano: 2016
Classificação: A definir

Leia também:

Que tal sair para tomar um cafezinho e pegar um cinema depois? O filme Café é extremamente convidativo, não acha? Conte sua opinião aí em baixo, nos comentários, e compartilhe usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo.  

Fotos e trailer: Divulgação

Compartilhe com seus amigos:

L’Occitane au Brésil lança linha com óleo de café verde

Café não precisa ser só na xícara. Suas propriedades podem ser valiosas também para o nosso bem-estar. Para o Dia dos Pais desse ano, a L’Occitane au Brésil está lançando uma linha de produtos que tem como protagonista o óleo de café verde.

O óleo do café verde é extraído do grão de café arábica que ainda não passou pela torra. Foi feito um teste clínico com o óleo da semente madura e sem torra e descobriu-se que ele ajuda melhorar a qualidade e o metabolismo da pele. A seguir, conheça um pouco mais sobre a linha de produtos:

Você vai gostar de ler:

Nova linha de produtos destaca o óleo de café verde

O destaque da linha com óleo de café verde é o Gel Hidratante Matificante 5 em 1 (50ml\R$69), que reduz a oleosidade da pele, protege contra os raios UVA e UVB graças ao FPS 20 e proporciona sensação refrescante e energizante.

Tem também a Deo Colônia Café Verde (100ml\R$145); o Shampoo Multibenefício Café Verde (180ml/R$39), que pode ser usado na limpeza do corpo, rosto, cabelo e barba; o Desodorante Café Verde (150ml\R$33) e o Sabonete Perfumado Café Verde (75g\R$13).

Leia também:

Todos têm uma fragrância aromática amadeirada, que traz folhas de limão e ruibarbo nas notas de saída. Além disso, as notas de meio são compostas por cardamomo e folhas de violeta. Já as notas de fundo contêm cedro e sândalo. “A linha Café Verde traz inovação para a rotina diária de cuidados dos homens e atende a um público que está sempre em busca de praticidade”, diz Victoria Gallo, diretora de marketing da L’Occitane au Brésil.

O frasco do Desodorante Colônia Café Verde é uma releitura moderna do formato da semente do café, incorporada na moldura do próprio vidro e é assinado pela designer Renata Moura.

Os produtos já estão disponíveis nas lojas físicas e virtual da marca.

Gostou? Conte nos comentários o que achou dessa novidade com óleo de café verde para o Dia dos Pais.    

Foto: Divulgação

Compartilhe com seus amigos:

Café especial da Chapada Diamantina é lançado pelo Grupo 3corações

Neste terça-feira, dia 31 de julho, o grupo 3corações lançou o microlote campeão do Concurso Nacional de Qualidade do Café da ABIC (Associação Brasileira da Indústria do Café) no BIO, restaurante do chef Alex Atala, no Itaim Bibi, em São Paulo. O café especial da Chapada Diamantina faz parte da linha Rituais Microlotes, nova aposta da marca.

Rituais Microlotes e o café especial da Chapada Diamantina

O café vem da Fazenda Divino Espírito Santo, localizada em Piatã, na Bahia. Letícia Conceição é a produtora do café da variedade Catuaí, produzido a 1.350m de altitude e processado por meio do método cereja descascada, que  consiste em descascar e despolpar o café antes da secagem.

Microlotes são cafés com volume mínimo de uma saca de 60kg e máximo de 21 sacas, tratados com o máximo cuidado pelo produtor, e desenvolvem características particulares, que variam de acordo com a safra, variedade, microclima e processamento.

Os cafés vencedores do concurso da ABIC são comercializados por leilão. Nesse caso, o grupo 3corações adquiriu cada saca de café por R$ 9 mil. Para se ter uma ideia, o preço do café tradicional negociado na bolsa de valores é de R$ 500, em média.

Hoje a @3coracoes lançou seu microlote de café especial no @restaurantebio, com ninguém menos que Alex Atala, além de Letícia e Michael Conceição, produtores da safra especial premiada pela Abic, e Silvio Leite, consultor de qualidade com reconhecimento internacional. É muito bom ver uma empresa desse porte trazendo café de qualidade da Chapada Diamantina para o mercado brasileiro. “Se o café, até chegar na nossa mão, não tiver um profissional e um equipamento capacitados, todo trabalho anterior é jogado fora. Acho importante a gente valorizar isso, a cadeia do alimento, a cadeira do café”, reforça o chef @alexatala. O café é delicioso, surpreendente! Teve até sorvete de pão na chapa para harmonizar >> (Tem mais nos Stories) ☕️❤️ #umcafezinhopelomundo . . . 📸 @umcafezinho #umcafezinho #cafezinho #coffeelife #coffeelovers #coffeeexperience #coffeeholic #3coracoes #cafeespresso

Uma publicação compartilhada por umcafezinho.com.br 🇧🇷 (@umcafezinho) em

Leia também:

Sugestões de harmonização

Esse café especial da Chapada Diamantina é uma edição limitada. São apenas 40kg, que podem ser degustados no restaurante BIO em três diferentes métodos de extração: espresso, prensa francesa e V60, a partir de R$ 7 a xícara.

O café também pode ser adquirido pelos clientes em embalagens de 250g, em grãos ou moído na hora, por R$ 26. “A possibilidade de servir no restaurante Bio um café especial, de um produtor artesanal, mostra a comunhão entre a excelência e a demanda de mercado e também mostra o esforço conjunto de um grupo de profissionais que querem atingir a excelência”, diz Alex Atala. Para uma experiência mais interessante, o restaurante BIO oferece opções de harmonização. Com o método V60, a sugestão é de pão de mandioca na grelha; Com a Prensa Francesa, pão de queijo tradicional; e com o espresso, bolo de mandioca com goiabada ou ainda o inusitado sorvete de pão na chapa. O café é encorpado, com acidez média, notas delicadas de especiarias e sabores doces que remetem à caramelo e estará disponível no BIO enquanto durarem os estoques.

Restaurante BIO

Av. Horácio Lafer, 38 – Itaim Bibi, São Paulo – SP
Aberto todos os dias, das 8h às 23h.
Telefone: (11) 3071-1968

O que achou do lançamento? Legal ver uma empresa desse porte investindo em café de qualidade para o mercado nacional, não? Deixe sua opinião nos comentários. 

Fotos: Douglas Asarian / Instagram: Fernanda Haddad ©

Compartilhe com seus amigos:

App Coffee Match usa café como ferramenta de networking

Quantas vezes você já marcou um café com alguém para falar sobre trabalho? Seja qual for a resposta, esse comportamento é uma tendência. As cafeterias oferecem cada vez mais benefícios para manter ali os trabalhadores remotos ou aqueles que escolhem o local para uma simples reunião. Atentos a tudo isso, o empresário brasileiro Nicolas Romano e seus sócios Fernando Epelman e Henrique Emídio apostaram suas fichas no Coffee Match.

Você vai gostar de ler:

Entenda o que é e como funciona o Coffee Match

O Coffee Match foi lançado em abril e, antes de mais nada, não tem nada a ver com Tinder e é diferente de LinkedIn. Essa é uma ferramenta que gera conexões entre pessoas que têm um interesse em comum. “Minha ideia era de criar um aplicativo que conectasse pessoas em cafeterias, mais precisamente a Starbucks, sempre com o intuito de fazer negócios”, conta Nicolas.

Com os testes iniciais, eles perceberam que faltava um propósito para que as pessoas se conectassem de fato para fazer negócios e networking.

“A proposta nunca foi ser um aplicativo de paquera. Para evitar que houvesse essa confusão, lançamos uma nova versão. De um lado estão cadastrados os projetos e suas necessidades e do outro as pessoas e suas habilidades para ajudar na execução de determinadas tarefas dentro desses projetos”, explica.

Aí quem combina um encontro de negócios nas cafeterias parceiras diretamente pelo App ganha cafezinhos, entre outros benefícios. Outro ponto interessante é que os benefícios são constantes e não só para o primeiro encontro. O objetivo principal é fazer com que as pessoas entendam o poder do networking e frequentem mais cafeterias. “Mesmo sendo o maior produtor mundial de café, por aqui só 1% das pessoas frequentam cafeterias”, diz.

O que as cafeterias parceiras ganham com isso? O Coffee Match quer ajuda-las a entender o comportamento desse consumidor para, então, colaborar com essa aproximação. Assim, as cafeterias têm acesso a uma base de dados e podem trabalhar com publicidade e promoções direcionadas para atrair ainda mais o consumidor para o ambiente.

Em São Paulo, Octávio Café e Suplicy Cafés Especiais também já fazem parte do projeto. Ele está disponível para iOS. Para Android deve estar em abril/maio de 2018. Clique aqui para baixar o Coffee Match.

O que achou do App Coffee Match? Gosta da ideia do café como ferramenta de networking? Conte nos comentários e compartilhe com os amigos pelas redes sociais usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo. 

Foto: Fernanda Haddad (umcafezinho.com.br)

Compartilhe com seus amigos: