Invenções

Qual foi a principal invenção da humanidade? A resposta dos (as) leitores (as) pode ser a mais variada, desde a roda até a internet. É provável que os seguidores de @UmCafezinho possam ter respondido pelo impulso cafeinólatra e terem bradado: “Foi o filtro de café!”.

Em uma publicação recente a revista National Geographic fez uma lista com as dez mais importantes invenções, a saber:

  1. Tipografia
  2. Lâmpada
  3. Avião
  4. Computador Pessoal
  5. Vacina
  6. Automóvel
  7. Relógio
  8. Telefone
  9. Geladeira
  10. Câmera Fotográfica

Para surpresa de muitos, ela apontou a TIPOGRAFIA em primeiro lugar. A publicação explicou a lógica: “A tipografia permitiu a difusão da palavra impressa e da alfabetização, o que, por sua vez, facilitou o compartilhamento das ideias e a invenção de outras coisas”.

Lembro dos meus primeiros contatos com a tipografia: Eram os anúncios de revistas e jornais que meu pai recortava e me ajudava a decorá-los, relacionando a marca (os tipos gráficos) ao produto. Para os leigos, eu já sabia ler aos 5 anos.

As pessoas ficavam espantadas quando me viam andando pela rua, de mãos dadas com a mãe e “lendo” em voz alta as fachadas. Fazia de propósito. Numa esquina, havia uma loja com prédio imponente, cujo nome, nunca erraria. Ali, não eram os tipos gráficos da logomarca que chamavam minha atenção. Não era uma questão visual. A sensação vinha antes de avistá-la. Era o cheiro da torrefação de cafés da cidade. Ficava entorpecido. Por vezes, até me culpo, pois a minha primeira lembrança de café é daquele aroma, enquanto a maioria lembra do café que suas avós faziam no fogão à lenha.

A propósito, todos dizem que aquele café da -sua- vovó era o melhor do mundo. Por sorte, antigamente não haviam os concursos, muita gente ficaria magoada.

Parafraseando João Chiodini: “Utilizando as versões romanceadas de nossas vidas, editadas pela nossa cachola, vamos dizendo o quão eram especiais nossas datas, nossas ocasiões e nossas experiências (…)”.

Leia também:

 

Marcelo Lamas é cronista e acredita que a maior invenção foi o lápis, tanto que mantém o seu projeto original desde 1564.
@marcelolamasbr
marcelolamasbr@gmail.com
Facebook: @marcelolamasescritor

Foto: Pixabay

Compartilhe com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *