Meias-verdades

Dizer somente a verdade não é a maior virtude dos contadores de histórias. Faz parte da nossa natureza acrescentar algum detalhe ao original. Em muitos casos este já nos chega alterado, pois o interlocutor, por conta própria, tomou o cuidado de deixar o acontecido “mais fantástico” antes de compartilha-lo com o escritor.

Confesso que minha consciência pesa quando digo que escrevo sobre o cotidiano, pois a minha definição é uma soma de meias-verdades. Por vezes é uma soma propriamente dita, junto duas situações com similitude e escrevo uma crônica só.

Aconteceu com um amigo: ficou preso num motel porque faltou energia elétrica e noutra vez – com outra namorada, ficou preso porque estragou um ônibus na saída do estabelecimento. Tudo isso foi parar no meu livro e o sujeito aparece com uma noiva na noite de autógrafos, que não poderia saber da presença dele na escritura e eu tendo que disfarçar, não podendo dar aquele efusivo abraço de agradecimento, que as demais personagens receberam. Apenas seguimos a máxima do professor Leandro Karnal: “Mentir é indispensável ao convívio social”.

Você vai gostar de ler:

Outro dia, voltei de uma viagem corrida e trouxe para a namorada um café moído, comprado por sete reais, num posto de beira de estrada. Quando perguntei se o café era bom, o fiz esperando uma resposta “social”, escapista. Porém, ela pegou a lata com o café, abriu a tampa, colocou perto de mim – de modo que sentisse um cheiro forte de queimado – e perguntou: “O que tu achas?”.

Um recente estudo da Universidade de Oakland – Califórnia, apontou que cerca de 5% das pessoas mentem para promover o humor (despertar o riso nos outros). Depois que li o artigo, passei a dormir mais tranquilo.

 

MARCELO LAMAS é de uma família com mentirosos notáveis. Se tiver uma competição caseira, o autor não alcançará o pódio. Autor de Indesmentíveis, entre outras verdades.

@marcelolamasbr
marcelolamasbr@gmail.com

Foto: Pixabay

Compartilhe com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *