Museu do Café é passeio imperdível para coffee lovers

Já pensou em fazer uma visita ao Museu do Café, em Santos? Esse é um dos principais pontos turísticos da cidade e, para quem gosta da bebida, garanto que é um super passeio. Hoje vou contar um pouquinho de tudo o que você pode encontrar por lá. Vamos juntos?

A história do Museu do Café

O café e a cafeicultura no Brasil têm uma presença forte quando se considera o desenvolvimento econômico, político e cultural do país, iniciado em meados do Século XVIII. A proposta da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, ao restaurar o prédio e criar o museu em 1998, é justamente contar essa história.

Entre objetos e documentos, o museu tem exposições permanentes e temporárias e é lá dentro que fica a Bolsa Oficial do Café, inaugurada em 1922 como parte das comemorações dos 100 anos da Independência do Brasil. O Salão do Pregão, onde eram negociadas as cotações das sacas de café na época, funcionou até a década de 50. A partir daí, tudo passou a ser operado do Centro de São Paulo.

A mesa e as setenta cadeiras dos corretores ainda estão lá, envoltas de obras importantes de Benedicto Calixto. Merece destaque o vitral no teto, chamado de “A Epopeia dos Bandeirantes” que, entre uma série de representações, reproduz uma lenda cabocla do início da colonização brasileira relacionada à busca pelo ouro.

O Museu do Café conta ainda com o Centro de Preservação, Pesquisa e Referência Luiz Marcos Suplicy Hafers, que abriga documentos e publicações sobre café. O acervo é aberto ao público.

A Bolsa Oficial do Café é tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Santos (Condepasa), pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat) e pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Centro de Preparação de Café

Em meio a tanta história é que foi criado o Centro de Preparação de Café (CPC) dentro do Museu. Com o apoio técnico do Sindicato da Indústria do Café no Estado de São Paulo (Sindicafé) e o objetivo de trazer educação qualificada para profissionalização, o CPC atua na formação de baristas para o mercado com cursos e oficinas regulares.

Confira aqui a agenda dos próximos cursos e oficinas do CPC. 

Aos finais de semana, o CPC tem degustação de café gourmet ministrada pelo barista do museu. São R$ 10 por pessoa em vários horários: 10h30, 12h, 15h e 17h.

A Cafeteria do Museu

Em um espaço como esse, não podia faltar uma cafeteria, é claro! A Cafeteria do Museu foi inaugurada no ano 2000, no piso térreo. Por sete anos consecutivos eleita a melhor da Baixada Santista pela Revista Veja, o consumidor que entra ali tem uma experiência diferente e pode, inclusive, levar cafés diferentes para fazer em casa.

São servidos cafés especiais de várias partes do país, das melhores regiões produtoras, em diferentes métodos de preparo. Tem o Blend do Museu, café orgânico e também o famoso Jacu Bird, um dos cafés mais caros do mundo.

Aqui no Brasil, o Jacu Bird Coffee é produzido no Espírito Santo com autorização do Ibama. A ave, que é vegetariana, já escolhe os melhores e engole os grãos de café inteiros, sem mastigar. Depois de um rápido processo de digestão, que é natural do animal, o café é retirado das fezes para o consumo. A mágica ocorre no estômago do pássaro, onde o café passa por um processo de fermentação, que garante doçura e acidez.  Hoje, esse é considerado o café mais caro do Brasil.

Leia também:

Museu do Café de santos

Rua XV de Novembro, 95, Centro Histórico, Santos/SP
Funcionamento: de terça a sábado, das 9h às 17h; aos domingos, das 10h às 17h.
Telefone: +55 (13) 3213-1750
E-mail: museudocafe@museudocafe.org.br
Ingresso: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada)

Aos sábados a entrada é gratuita. Atividades e visitas especiais para grupos podem ser agendadas por telefone ou e-mail.

Vamos todos para o Museu do Café? O que acha de programar um passeio em família? Quem mora em São Paulo pode ir e voltar no mesmo dia. Se você já foi, conte nos comentários e compartilhe com seus amigos usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo.

Fotos: Divulgação/Museu do Café

Compartilhe com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *