Esfoliante caseiro com café faz bem?

O papo de hoje é sobre beleza e café. Sim, você pode usar a borra do nosso amado cafezinho em prol do seu bem-estar de uma forma simples, fácil e barata. Existem várias receitas de esfoliante caseiro com café, mas, antes, você precisa ter motivos para fazer em casa, certo? Vou te dar alguns:

Esfoliante caseiro com café é bom?

A primeira vantagem de usar o esfoliante caseiro com café é que o custo do produto acaba saindo por um valor muito inferior com relação aos encontrados no mercado e nem por isso é menos eficiente. Além disso, ao preparar o esfoliante caseiro com café em casa, usando a borra, você vai reaproveitar algo que seria imediatamente descartado e colabora com o meio ambiente, considerando que também é um produto natural. Imagine que se fosse comprar um esfoliante em uma perfumaria, por exemplo, você teria mais uma embalagem para descartar. Pode parecer pouco, mas faz a diferença.

Você vai gostar de ler:

Para acrescentar a essas vantagens, tem os benefícios do esfoliante caseiro com café para a pele. A borra do café carrega propriedades antioxidantes, o que tende a retardar o envelhecimento do maior órgão do corpo humano, a pele. A esfoliação, por sua vez, colabora para limpar os poros e deixar a pele mais lisinha, ajudando a retirar as células mortas. Esfoliar a pele colabora bastante também para o tratamento de acnes.

Já reparou na hashtag #CoffeeScrub no Instagram?

A esfoliação feita com café tem tomado conta das redes sociais. Recentemente, a Revista Marie Claire da França publicou uma matéria falando justamente sobre a tendência do #CoffeeScrub que, em português, significa esfoliação de café.

Segundo a matéria, existe a polêmica de que a borra do café seria eficiente, inclusive, para ajudar melhorar o aspecto da celulite e até a emagrecer, mas especialistas confrontam essa afirmação. A entrevistada reforça que “a esfoliação permite retirar as células mortas e possibilitar uma melhor penetração dos ativos na pele. Se aplicar um redutor de medidas ou anti-celulite após a esfoliação de café, isso pode aumentar a eficácia do produto”.

O tema é polêmico e não impede o lançamento de produtos desse tipo com promessas mil. Uma delas é a marca australiana Body Blendz, que defende que a esfoliação natural é elaborada com uma grande quantidade de grãos de café de alta qualidade misturados a óleos essenciais e, por isso, pode, sim reduzir a celulite graças à sua ação em duas etapas.

Quer sugestões de receitas para fazer em casa e tirar suas próprias conclusões? Aí vai:

Receitas de esfoliante caseiro com café

1 . Ingredientes: 1/4 de xícara de chá de azeite de oliva, 1/3 de xícara de chá de açúcar mascavo e 3 colheres de sopa de borra de café. Modo de preparo: Junte todos os ingredientes em um recipiente e misture até que fique homogêneo.

2 . Ingredientes: 1 colher de sopa de iogurte natural e 1 colher de sopa e borra de café. Modo de preparo: misture os dois ingredientes até ficar homogêneo.

3 . Ingredientes: meia xícara de chá de borra de café e 3 colheres de sopa de mel. Modo de preparo: misture até formar uma pasta homogênea.

Antes de aplicar, lave o rosto com água fria e o sabonete indicado para o seu tipo de pele.

Aplicação: pegue a mistura escolhida com as pontas dos dedos e aplique sobre o rosto ou o corpo fazendo movimentos circulares suaves por uns 2 minutos e, em seguida, enxague. Se a mistura estiver muito áspera, de acordo com os ingredientes, tenha um pouco mais de cuidado com a pele do rosto, já que ela é mais sensível. É recomendado que a aplicação de qualquer uma das receitas seja feita duas vezes na semana, no máximo.

Leia também:

Vale lembrar que todas essas dicas não dispensam uma consulta com um dermatologista. Cada pessoa tem um tipo de pele e só um exame feito por um profissional pode assegurar a eficácia de tratamentos estéticos e de saúde.

Já fez esfoliante caseiro com café antes? Gostou do que leu aqui? Quer acrescentar algo? Conte nos comentários e compartilhe nas suas redes sociais usando a hasgtag #UmCafezinhoPeloMundo.  

Foto: Pixabay

Café e ciclismo: estudo da USP indica melhor desempenho

Ter uma vida agitada é a realidade de muita gente, principalmente nos grandes centros urbanos. Uma mente cansada traz um impacto direto no desempenho de trabalho e também na performance de atletas, mas, peraí… O que isso tem a ver com café? Vamos usar o exemplo de café e ciclismo.

Explico: a cafeína é capaz de atenuar e reverter a sensação de fadiga mental e ainda melhorar o desempenho de atletas de ciclismo, de acordo com pesquisa da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da USP.

Café e ciclismo: pesquisa da USP relaciona a melhora no desempenho de ciclistas após consumo de cafeína

O autor da pesquisa é Paulo Estevão Franco Alvarenga e, de acordo com ele, os atletas com fadiga mental acabam perdendo desempenho e elevam a percepção de esforço para a mesma intensidade de exercício, sem nenhuma alteração fisiológica na musculatura. Foi esse o ponto de partida para estudar possíveis manipulações que revertam os efeitos da fadiga mental sobre o desempenho de ciclistas.

“A cafeína é um recurso ergogênico com efeito potencial para reverter os efeitos da fadiga mental sobre o desempenho”, afirma Paulo Estevão Franco Alvarenga

O estudo intitulado Efeitos da ingestão de cafeína sobre o desempenho de ciclistas mentalmente fadigados durante um teste de ciclismo contrarrelógio de 20 km começou em 2016.

Ciclistas selecionados para a pesquisa foram ao laboratório por quatros vezes e se submeteram ao teste de contrarrelógio de 20 km, análise cortical e muscular. Havia uma amostra de ciclistas livres de qualquer manipulação, outra sob o efeito de fadiga mental e nas seguintes os indivíduos mentalmente fadigados faziam a ingestão de cafeína ou placebo.

O resultado

Os ciclistas com fadiga mental apresentaram uma redução de 4,8% na ativação do córtex pré-frontal e consequentemente aumentaram o tempo para concluir o contrarrelógio em aproximadamente 1%.

Ao ingerir cafeína, mesmo após a indução da fadiga mental, houve um aumento na ativação do córtex pré-frontal em aproximadamente 8% e redução no tempo de conclusão do teste em 1,8%.

“Os sujeitos ao ingerir cafeína perceberam menos esforço comparados com as demais condições. Além disso, com a ingestão de cafeína, eles apresentaram uma maior eficiência neuromuscular”, destaca Paulo.

O autor do estudo chama a atenção para um detalhe importante: mesmo já sendo consumida em nosso cotidiano quando nos sentimos mentalmente cansados, por meio de ingestão de café, por exemplo, a cafeína deve ser utilizada para atletas sob orientação de um nutricionista, respeitando as características de dosagem e tempo de efeito da substância.

O projeto de mestrado sobre café e ciclismo foi orientado pelo professor Flávio Pires, coordenador do Grupo de Estudos em Psicofisiologia do Exercício (GEPsE) da EACH, e também contou com a colaboração da professora Florentina Hettinga, da University of Essex, Inglaterra; de pesquisadores pós-doc e alunos de mestrado da EACH e de alunos de graduação da Faculdade de Ensino Superior de Bragança, em Bragança Paulista (SP).

Leia também:

E já que estamos falando em café e ciclismo, continue a leitura e olha só a dica de cafeteria que une essas duas paixões:

Café e ciclismo em São Paulo

A dica é a Vélo48, um clube de ciclismo, que também é uma marca de roupa, um loja, uma agência de viagens, oficina e… Um café. Isso mesmo! A ideia começa com o ciclismo, mas se desdobra em uma série de produtos e serviços que “conversam” de alguma forma com esse universo. 

No café, por exemplo, os ciclistas encontram um ambiente super gostoso e com uma decoração que conta um pouco da história do ciclismo. O cardápio (assinado pela chef Regina Rambaldi) tem produtos orgânicos e naturais, com opções para café da manhã, almoço e lanches, que cabem em todos os tipos de dietas. Clique aqui e confira em detalhes.

Rua Amauri, 311, Jardim Europa, São Paulo/SP
Funciona de segunda a sábado, das 7h às 20h. Aos domingos, funciona das 7h às 18h.
Telefone: (11) 4780-0604

Você acha que café e ciclismo combinam? Se você chegou aqui porque adora as duas coisas, me conta aqui nos comentários. Como você vê essa relação?  

Foto: Depositphotos

Coffee Duo Boticário, a nova linha de perfumes da marca

Que o café tem um perfume bom, isso não dá pra negar. Muitas vezes, mesmo quem não gosta da bebida é atraído pelo seu aroma irresistível. Tanto é verdade que o mercado da beleza está atento: acaba de chegar a linha Coffee Duo Boticário, com duas novas fragrâncias, uma masculina e uma feminina, que prometem despertar a energia e a paixão do relacionamento. Ui!

Elas foram desenvolvidas à partir de um processo de infusão de grãos de café Arábica (eles a gente conhece bem, não é?) Agora, vamos conhecer um pouco mais sobre os produtos?

Coffee Woman Duo traz o exclusivo acorde Latte Macchiato, inspirado na mistura do amargor do café com a cremosidade do leite, além de frutas doces negras e delicadas flores.  A embalagem branca  com dourado é para nos lembrar da doçura e cremosidade do leite.

A versão masculina traz o acorde Café au Cream. Aqui a inspiração é a força do café, misturada com a cremosidade do licor, o frescor das especiarias e o calor do âmbar. A embalagem preta e prata mostram o lado mais intenso do café.

Você vai gostar de ler:

Na linha feminina, tem também o leite hidratante de banho. Já para complementar a linha masculina, tem o hidratante corporal matte. Conheça:

Coffee Woman Duo Desodorante Colônia | 100 ml

Preço: R$ 129,90

Coffee Woman Duo Leite Desodorante Hidratante de Banho | 200 ml

Preço: R$ 44,90

 

Coffee Man Duo Desodorante Colônia | 100 ml

Preço: R$ 129,90

Coffee Man Duo Creme Desodorante Hidratante Corporal Matte | 200 ml

Preço: R$ 33,90

Os produtos da linha Coffee Duo Boticário estão disponíveis nas lojas em todo o país, no e-commerce e com as revendedoras de venda direta. Gostou da novidade? Conte aqui nos comentários. 

Fotos: Divulgação