Esfoliante caseiro com café faz bem?

O papo de hoje é sobre beleza e café. Sim, você pode usar a borra do nosso amado cafezinho em prol do seu bem-estar de uma forma simples, fácil e barata. Existem várias receitas de esfoliante caseiro com café, mas, antes, você precisa ter motivos para fazer em casa, certo? Vou te dar alguns:

Esfoliante caseiro com café é bom?

A primeira vantagem de usar o esfoliante caseiro com café é que o custo do produto acaba saindo por um valor muito inferior com relação aos encontrados no mercado e nem por isso é menos eficiente. Além disso, ao preparar o esfoliante caseiro com café em casa, usando a borra, você vai reaproveitar algo que seria imediatamente descartado e colabora com o meio ambiente, considerando que também é um produto natural. Imagine que se fosse comprar um esfoliante em uma perfumaria, por exemplo, você teria mais uma embalagem para descartar. Pode parecer pouco, mas faz a diferença.

Você vai gostar de ler:

Para acrescentar a essas vantagens, tem os benefícios do esfoliante caseiro com café para a pele. A borra do café carrega propriedades antioxidantes, o que tende a retardar o envelhecimento do maior órgão do corpo humano, a pele. A esfoliação, por sua vez, colabora para limpar os poros e deixar a pele mais lisinha, ajudando a retirar as células mortas. Esfoliar a pele colabora bastante também para o tratamento de acnes.

Já reparou na hashtag #CoffeeScrub no Instagram?

A esfoliação feita com café tem tomado conta das redes sociais. Recentemente, a Revista Marie Claire da França publicou uma matéria falando justamente sobre a tendência do #CoffeeScrub que, em português, significa esfoliação de café.

Segundo a matéria, existe a polêmica de que a borra do café seria eficiente, inclusive, para ajudar melhorar o aspecto da celulite e até a emagrecer, mas especialistas confrontam essa afirmação. A entrevistada reforça que “a esfoliação permite retirar as células mortas e possibilitar uma melhor penetração dos ativos na pele. Se aplicar um redutor de medidas ou anti-celulite após a esfoliação de café, isso pode aumentar a eficácia do produto”.

O tema é polêmico e não impede o lançamento de produtos desse tipo com promessas mil. Uma delas é a marca australiana Body Blendz, que defende que a esfoliação natural é elaborada com uma grande quantidade de grãos de café de alta qualidade misturados a óleos essenciais e, por isso, pode, sim reduzir a celulite graças à sua ação em duas etapas.

Quer sugestões de receitas para fazer em casa e tirar suas próprias conclusões? Aí vai:

Receitas de esfoliante caseiro com café

1 . Ingredientes: 1/4 de xícara de chá de azeite de oliva, 1/3 de xícara de chá de açúcar mascavo e 3 colheres de sopa de borra de café. Modo de preparo: Junte todos os ingredientes em um recipiente e misture até que fique homogêneo.

2 . Ingredientes: 1 colher de sopa de iogurte natural e 1 colher de sopa e borra de café. Modo de preparo: misture os dois ingredientes até ficar homogêneo.

3 . Ingredientes: meia xícara de chá de borra de café e 3 colheres de sopa de mel. Modo de preparo: misture até formar uma pasta homogênea.

Antes de aplicar, lave o rosto com água fria e o sabonete indicado para o seu tipo de pele.

Aplicação: pegue a mistura escolhida com as pontas dos dedos e aplique sobre o rosto ou o corpo fazendo movimentos circulares suaves por uns 2 minutos e, em seguida, enxague. Se a mistura estiver muito áspera, de acordo com os ingredientes, tenha um pouco mais de cuidado com a pele do rosto, já que ela é mais sensível. É recomendado que a aplicação de qualquer uma das receitas seja feita duas vezes na semana, no máximo.

Leia também:

Vale lembrar que todas essas dicas não dispensam uma consulta com um dermatologista. Cada pessoa tem um tipo de pele e só um exame feito por um profissional pode assegurar a eficácia de tratamentos estéticos e de saúde.

Já fez esfoliante caseiro com café antes? Gostou do que leu aqui? Quer acrescentar algo? Conte nos comentários e compartilhe nas suas redes sociais usando a hasgtag #UmCafezinhoPeloMundo.  

Foto: Pixabay

Café e ciclismo: estudo da USP indica melhor desempenho

Ter uma vida agitada é a realidade de muita gente, principalmente nos grandes centros urbanos. Uma mente cansada traz um impacto direto no desempenho de trabalho e também na performance de atletas, mas, peraí… O que isso tem a ver com café? Vamos usar o exemplo de café e ciclismo.

Explico: a cafeína é capaz de atenuar e reverter a sensação de fadiga mental e ainda melhorar o desempenho de atletas de ciclismo, de acordo com pesquisa da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da USP.

Café e ciclismo: pesquisa da USP relaciona a melhora no desempenho de ciclistas após consumo de cafeína

O autor da pesquisa é Paulo Estevão Franco Alvarenga e, de acordo com ele, os atletas com fadiga mental acabam perdendo desempenho e elevam a percepção de esforço para a mesma intensidade de exercício, sem nenhuma alteração fisiológica na musculatura. Foi esse o ponto de partida para estudar possíveis manipulações que revertam os efeitos da fadiga mental sobre o desempenho de ciclistas.

“A cafeína é um recurso ergogênico com efeito potencial para reverter os efeitos da fadiga mental sobre o desempenho”, afirma Paulo Estevão Franco Alvarenga

O estudo intitulado Efeitos da ingestão de cafeína sobre o desempenho de ciclistas mentalmente fadigados durante um teste de ciclismo contrarrelógio de 20 km começou em 2016.

Ciclistas selecionados para a pesquisa foram ao laboratório por quatros vezes e se submeteram ao teste de contrarrelógio de 20 km, análise cortical e muscular. Havia uma amostra de ciclistas livres de qualquer manipulação, outra sob o efeito de fadiga mental e nas seguintes os indivíduos mentalmente fadigados faziam a ingestão de cafeína ou placebo.

O resultado

Os ciclistas com fadiga mental apresentaram uma redução de 4,8% na ativação do córtex pré-frontal e consequentemente aumentaram o tempo para concluir o contrarrelógio em aproximadamente 1%.

Ao ingerir cafeína, mesmo após a indução da fadiga mental, houve um aumento na ativação do córtex pré-frontal em aproximadamente 8% e redução no tempo de conclusão do teste em 1,8%.

“Os sujeitos ao ingerir cafeína perceberam menos esforço comparados com as demais condições. Além disso, com a ingestão de cafeína, eles apresentaram uma maior eficiência neuromuscular”, destaca Paulo.

O autor do estudo chama a atenção para um detalhe importante: mesmo já sendo consumida em nosso cotidiano quando nos sentimos mentalmente cansados, por meio de ingestão de café, por exemplo, a cafeína deve ser utilizada para atletas sob orientação de um nutricionista, respeitando as características de dosagem e tempo de efeito da substância.

O projeto de mestrado sobre café e ciclismo foi orientado pelo professor Flávio Pires, coordenador do Grupo de Estudos em Psicofisiologia do Exercício (GEPsE) da EACH, e também contou com a colaboração da professora Florentina Hettinga, da University of Essex, Inglaterra; de pesquisadores pós-doc e alunos de mestrado da EACH e de alunos de graduação da Faculdade de Ensino Superior de Bragança, em Bragança Paulista (SP).

Leia também:

E já que estamos falando em café e ciclismo, continue a leitura e olha só a dica de cafeteria que une essas duas paixões:

Café e ciclismo em São Paulo

A dica é a Vélo48, um clube de ciclismo, que também é uma marca de roupa, um loja, uma agência de viagens, oficina e… Um café. Isso mesmo! A ideia começa com o ciclismo, mas se desdobra em uma série de produtos e serviços que “conversam” de alguma forma com esse universo. 

No café, por exemplo, os ciclistas encontram um ambiente super gostoso e com uma decoração que conta um pouco da história do ciclismo. O cardápio (assinado pela chef Regina Rambaldi) tem produtos orgânicos e naturais, com opções para café da manhã, almoço e lanches, que cabem em todos os tipos de dietas. Clique aqui e confira em detalhes.

Rua Amauri, 311, Jardim Europa, São Paulo/SP
Funciona de segunda a sábado, das 7h às 20h. Aos domingos, funciona das 7h às 18h.
Telefone: (11) 4780-0604

Você acha que café e ciclismo combinam? Se você chegou aqui porque adora as duas coisas, me conta aqui nos comentários. Como você vê essa relação?  

Foto: Depositphotos

Coffee Design Lavazza: a loja conceito da marca, em Milão

Hoje eu vou dividir com vocês um pouco sobre um dos meus lugares favoritos para tomar café em Milão: Coffee Design Lavazza. Essa é a loja conceito da marca italiana, que abriu há um ano mais ou menos. Quando estive lá em 2016, o lugar abrigava uma loja de produtos de decoração e design. Aí, voltei em novembro de 2017 e me deparei com um espaço todo repaginado com cheirinho de café, melhor impossível!

O que você vai encontrar no Coffee Design Lavazza?

Desde que conheci o Coffee Design Lavazza era raro o dia em que não passava lá pelo menos para o espresso ou para encontrar amigos brasileiros que moravam ou estavam de passagem pela cidade. Primeiro porque ele fica muito pertinho da Duomo, da Galeria Vittorio Emanuele, do Teatro La Escala, do famoso panzerotto do Luini, que é uma massa de pizza frita ou assada com vários recheios (faz fila e sou viciada), e também do Cioccolatitaliani, uma boa parada para o gelato ou café. Ou seja: todo mundo que vai pra Milão passa ali perto inevitavelmente.

O Coffee Design Lavazza tem muito de café e muito de design. Além do espaço para aproveitar qualquer refeição, tem uma parte dedicada à torra e moagem de grãos de vários países, inclusive do Brasil, e também o balcão para quem passa rapidamente para o café. (Dica: pedir o café no balcão é sempre mais barato na Itália. Se quiser economizar, é só pedir o cafezinho e tomar em pé mesmo).

Você vai gostar de ler:

Para quem gosta de métodos de extração diferentes, tem também e o atendimento é muito bom. Eles estão preparados para explicar tudinho sobre cada item do cardápio com a maior gentileza possível. Ah: a máquina de latte art é sensacional. Cada cappuccino vem com um desenho diferente. Perdi as contas de quantos tomei.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Café | Informação | Lifestyle (@umcafezinho) em

A verdade é que virei uma master cliente, tanto que cheguei a encontrar por lá muita gente para quem recomendei, sem querer. Já não vejo a hora de voltar!

Coffee Design Lavazza Milano

Piazza san fedele, 2, milão
Horário: de segunda a quarta, das 8h às 20h30; quintas e sextas, das 8h às 21h; sábados e domingos, das 9h às 21h.

O que achou do Coffee Design Lavazza, em Milão? Comente aqui e compartilhe nas redes sociais usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo.

>>>> Ah! Para você que vai pra Itália e quer procurar passagens, hospedagens e alugar carro, tem a caixinha do Booking.com aqui no blog (no canto direito pra quem tá vendo pelo computador e aqui em baixo do post para quem está vendo pelo celular). Facilita sua vida e você ajuda o blog a continuar trazendo informações bacanas de cafés e cafeterias pelo mundo.   

Foto de destaque: Divulgação | Instagram: umcafezinho.com.br ©