Máquina de café manual surpreende pelo design

Tem coisa mais linda do que essa máquina de café manual? Ela foi desenvolvida pela Strietman, uma empresa holandesa de produtos relacionados ao café, fundada por Wouter Strietman. A máquina é feita de forma artesanal, com o mínimo de tecnologia possível. Com ela, o processo é todo manual, o que dá a quem prepara o controle total diante do preparo do cafezinho. Uma simplicidade que encanta!

Você vai gostar de ler:

Máquina de café com design da Holanda

A máquina de café foi inspirada nas primeiras cafeteiras italianas de 1945, com tecnologia desenvolvida no período pós guerra. Não tem nada de botões nem telas, você controla a extração do cafezinho manualmente, na alavanca. Essa aí leva o nome de ES3 e é acoplada à parede, não é linda?

 

A máquina usa eletricidade para aquecer a água e você pode ajustar a temperatura de acordo com o método e o grão que preferir, equilibrando a acidez do seu café. A estrutura é feita em aço com detalhes em madeira e pesa, em média, 8 quilos, sem necessidade de manutenção frequente. (Inclusive, no site da empresa eles fornecem os passos para fazer a manutenção em casa). Esse modelo custa entre 1.350 euros e 1.380 euros.

Foto: modelo de máquina CT1

Outro modelo da marca, tão lindo quanto o primeiro, é o CT1, que tem as mesmas características do ES3, só que não precisa ser instalado na parede. A máquina CT1 custa 1.570 euros. Para compras fora da União Europeia, segundo o site, é cobrada uma taxa extra de 50 euros.

 

Modernidade e simplicidade com características do passado. Que coisa linda! Qual você prefere? Já pensou em ter uma máquina de café dessas em casa? Conte nos comentários e compartilhe com seus amigos usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo.  

Fotos: Divulgação

Compartilhe com seus amigos:

Mudas de plantas vão parar em cápsulas de café

Se você usa café em cápsulas com frequência já deve ter reparado a sua quantidade de lixo aumentou, não é mesmo? O que você faz com cápsulas de café usadas? Muitas pessoas ainda têm o hábito de jogá-las no lixo comum, mas existe também quem pensa no destino delas de forma mais sustentável.

Você vai gostar de ler:

Projeto usa cápsulas de café para colocar mudas de plantas

As principais empresas que vendem cafés em cápsulas têm se preocupado com o descarte correto cada vez mais e estão buscando alternativas e ações que engajem seus consumidores. Mas, a realidade está longe de ser a ideal. Segundo estimativa da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), em 2019, serão consumidas 16 mil toneladas de café por meio dessas cápsulas. Acadêmicos do bacharelado em Ciências Biológicas da Universidade do Oeste Paulista (Unoeste) encontraram uma utilidade nada convencional para a reutilização dessas embalagens: abrigar mudas de orquídeas e suculentas.

A aluna Diliane Harumi Yaguinuma, que está envolvida na iniciativa, conta que as mudas de suculentas foram produzidas por eles, já as de orquídeas foram doadas pelo docente da graduação, Dr. Nelson Barbosa Machado Neto. “Realizamos uma campanha para a arrecadação na comunidade em geral. Esses pequenos vasinhos poderão dar um toque diferenciado nos jardins e residências. Agora é só aguar e cuidar para que essas plantinhas se mantenham com vida e saudáveis”, conta Diliane.

“Além da produção extra de lixo, existe outro agravante: o desinteresse ou a dificuldade em realizar a reciclagem das cápsulas. Por serem muito pequenas e compostas de alguns materiais não recicláveis, muitas são simplesmente descartadas como lixo orgânico por causa da borra de café”, acrescenta Diliane.

Leia também:

Os pequenos vasos serão distribuídos gratuitamente aos participantes da 23ª Jornada de Educação da Faculdade de Artes, Ciências, Letras e Educação de Presidente Prudente (Faclepp/Unoeste), que será realizada entre os dias 22 e 27 de maio.

O que achou da ideia de projeto sustentável com cápsulas de café? Conhece mais alguma iniciativa nesse sentido? Conte nos comentários. Ações como essa merecem ser compartilhadas! Não se esqueça de usar a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo nas suas redes sociais. 

Fotos: Gabriela Oliveira

Compartilhe com seus amigos:

5 aplicativos para celular sobre café

Os aplicativos para celular estão mudando nossa forma de viver, já reparou? Eles facilitam muitas tarefas do nosso dia a dia. Podemos melhorar o caminho de ida e volta do trabalho, ou para qualquer lugar, fugindo do trânsito, podemos pedir um táxi, ir ao banco, conversar com os amigos e fazer ligações usando a rede, pedir comida delivery e por aí vai. Tudo pela tela do celular.

A tecnologia tem proporcionado muitas vantagens e isso também inclui o mundo dos cafés. Existem alternativas interessantes de aplicativos para celular sobre cafés que vão deixar a sua experiência com a bebida mais interessante. Veja:

Você vai gostar de ler:

5 opções cafeinadas de aplicativos para celular

1. Find Me Coffee

O aplicativo Find Me Coffee ajuda a localizar as melhores cafeterias mais próximas a você. O aplicativo está em inglês e você ainda pode, ao final de sua experiência, avaliar o local, em itens como o Wi-Fi, o atendimento e deixar sua opinião em geral.

App disponível para Android, Windows Phone e iOS.

2. Coffee Recipes

O Coffee Recipes é o aplicativo ideal para quem busca receitas com café. As opções são super bem explicadas e, além disso, ele oferece dicas sobre os métodos de preparos de cafés no Brasil e também no México e na Colômbia.

App disponível para Android e iOS.

3. Coffee Nerd

O aplicativo Coffee Nerd dá excelentes dicas sobre como preparar um café mais elaborado e especial. Com ele, é possível fazer anotações e cálculos, que ajudam, por exemplo, a obter a quantidade exata de grãos ao preparar o seu café. Com a proporção perfeita, é possível também configurar o aplicativo de acordo com a medida de suas máquinas.

App disponível para Android.

Leia também:

Para saber quais são os outros 2 aplicativos para celular sobre café selecionados, acesse o Grão do Dia.

Já conhecia alguma dessas opções de aplicativos para celular? Tem mais alguma sugestão para completar a lista? Conte nos comentários e compartilhe nas suas redes sociais usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo. 

Foto: Pixabay

Compartilhe com seus amigos:

Tomar café pode te ajudar a ser mais otimista

Qual é a sua visão sobre a situação da sua vida e das coisas à sua volta hoje? Você vê sua xícara sempre meio cheia ou meio vazia? Olha, se a resposta for meio vazia, a dica é se levantar já e ir fazer e tomar café! É científico e pode funcionar.

Tomar café para ver o lado bom da vida funciona?

A resposta é SIM. Tomar café pode te ajudar a ver o mundo de um jeito mais otimista. E a culpa é da cafeína.

Essa é a conclusão de uma pesquisa feita por Lars Kuchinke, da Universidade Ruhr, na Alemanha. De acordo com a pesquisa, a cafeína aumenta a transmissão de dopamina, o neurotransmissor responsável pela produção de sensações de prazer e alegria.

A dopamina, por sua vez, estimula o lado esquerdo do cérebro, que controla a linguagem do ser humano. Por isso, você fica mais ágil na hora de distinguir palavras e dá preferência às boas. Tudo porque, cientificamente, temos a tendência de reconhecer primeiro as expressões com significados positivos.

Leia também:

Participaram dessa pesquisa 66 voluntários, que passaram por um teste. Antes da prova, 33 tomaram uma pílula com 200 miligramas de cafeína e a outra metade tomou uma pílula com efeito placebo, ou seja, sem efeito nenhum.

Em seguida, todos foram submetidos à prova: passando uma porção de letras em uma tela de computador, os participantes precisavam dizer, rapidamente, se aquilo formava ou não uma palavra.

O resultado já dá para imaginar: a turma cafeinada reconheceu muito mais as palavras positivas. Sabe aquele colega de trabalho que vive reclamando de tudo do seu lado? Que tal dar uma xícara de café para ele?

Aliás, se é tão bom assim, vamos todos tomar café, não é mesmo? O que acha da ideia? Comente aí e conte para os seus amigos usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo.   

Foto: Pixabay

Com informações da Superinteressante.

Compartilhe com seus amigos:

Café suspenso é tradição na Itália. Já ouviu falar?

A tradição do café suspenso tem origem na cidade de Nápoles, no Sul da Itália. Não se sabe exatamente como tudo começou, mas é certo que foi no período da Segunda Guerra Mundial. Em um tempo de tanta escassez, o café suspenso era – e ainda é – considerado um pequeno gesto de gentileza protagonizado pelo café: você paga o seu e deixa mais um pago para o próximo cliente que não tiver condições financeiras, tudo de forma anônima.

Você vai gostar de ler:

Café suspenso: de Nápoles para o mundo

A história do café suspenso começou em Nápoles e, aos poucos, foi se espalhando pelo resto da Itália e para outros países do mundo. Hoje, até mesmo cafeterias no Brasil praticam a ideia. Alguns lugares são mais organizados quanto a isso: ou fazem uma lista dos cafés suspensos e deixam no caixa para controle ou deixam um recipiente no balcão para que os recibos sejam depositados. Assim, quem não tem como pagar, entra, pega o recibo e toma o seu café. Claro, que depende muito da honestidade de quem atende, mas aí já é outra história.

Tomar café na Itália faz parte da cultura e é também um ato social. É um bom motivo para fazer aquela pausa no meio do dia, bater um papo e descansar a cabeça, além do que essa é uma boa maneira – e barata – de se fazer o bem sem olhar a quem. Afinal, todo mundo merece um cafezinho, né?

Experiência da Editora na Itália

Como surgiu no Sul da Itália, a prática do café suspenso é mais comum à medida que se chega mais perto de lá. Passei exatos 3 meses no Norte da Itália, para fazer o processo da minha cidadania italiana, e uma das tradições que eu mais queria ver de perto era essa.

Fiquei perto da cidade de Treviso, na região do Veneto. Foi lá na cidade de Istrana que encontrei essa plaquinha. Na legenda tem a tradução:

Essa foi a única cafeteria de todas que eu fui que encontrei um aviso sobre o café suspenso. Acho provável que tenha em muitas das que eu estive, mas não é tão explícito. Esse ano pretendo retornar à Itália e aí, sim, vou visitar todas as cafeterias que ficaram só na vontade.

Aqui no Brasil sei que isso acontece em alguns lugares porque já vi pela internet e pelas redes sociais, mas, de fato, nunca presenciei um estabelecimento que pratique o café suspenso por aqui. Quem conhecer algum bacana pode colocar nos comentário que eu vou amar saber.

De coração, torço para que essa iniciativa se espalhe. Acho lindo o poder transformador que o café pode oferecer para a sociedade.

Comece você a corrente do café suspenso

Deixo aqui uma sugestão para fazer na Itália, no Brasil ou onde você estiver: quando parar para tomar um cafezinho e puder, é claro, deixe mais um pago. Avise ao atendente para oferecer a quem não puder pagar. Comece a corrente. Quem sabe você não inspira mais alguém pelo caminho!

Leia também:

O que achou da tradição do café suspenso? Conte sua opinião nos comentários e compartilhe com seus amigos usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo.  

Foto de destaque: Pixabay

Compartilhe com seus amigos:

Café Starbucks vai abrir megaloja em Chicago, nos EUA

Se você é apaixonado pelo café Starbucks, vai gostar dessa notícia. A maior rede de cafeterias do mundo anunciou na última quarta-feira, dia 26, que vai abrir uma megaloja, como essa da foto, na cidade de Chicago, nos Estados Unidos, em 2019.

Você vai gostar de ler:

O que vai ter de diferente na loja do Café Starbucks de Chicago?

Essa loja do café Starbucks vai estar na Michigan Avenue, uma das ruas comerciais mais conhecidas do mundo. Lá, os consumidores vão poder curtir o ambiente e acompanhar todo o processo de preparo do café, desde a torra até a embalagem, de forma interativa. Além disso, bebidas novas e exclusivas serão servidas por lá.

E mais: lá vai ser possível encontrar os cafés com lotes limitados, que são lançados pela marca de tempos em tempos, e também vai ter cardápio especial para almoço e jantar.

Serão 4 andares, totalizando 43 mil metros quadrados, totalmente dedicados a uma verdadeira experiência tanto com o café como com a marca. Ou seja, poderemos morar lá!

O Chicago Reserve® Roastery é a terceira loja do café Starbucks que segue esse conceito nos Estados Unidos. A primeira foi aberta em Seattle, em dezembro de 2014. Em Nova York, a previsão é de que seja aberta em 2018. Existem planos de abrir também em Xangai e Milão, no final de 2017, e em Tóquio, com previsão para 2018.

Leia também:

Tem notícia melhor para quem ama tomar #UmCafezinhoPeloMundo? O que achou da notícia do novo café Starbucks em Chicago? Conte para os seus amigos e compartilhe nas suas redes sociais. 

Foto: Divulgação/Starbucks

Compartilhe com seus amigos:

Café transparente é lançado na Inglaterra

Parece água, mas é café. A novidade é o Clear Coffee, um café transparente que é consumido gelado e que foi desenvolvido na Inglaterra. O grande diferencial, além da cor, é que justamente por causa disso não é preciso se preocupar com manchas na roupa e também nos dentes.

Você vai gostar de ler:

Café transparente: como é feito, quanto custa e onde comprar?

O Clear Coffee é a primeira bebida de café incolor do mercado mundial. O café transparente é feito sem conservantes, sem açúcar e sem sabor artificial. O café é do tipo Arábica de excelente qualidade e selecionado junto com água pura.

Para conseguir o resultado, é aplicado um método de preparo de café chamado cold brew. Dessa forma, o café é extraído sem nenhum tipo de contato com água quente. Agora, como é que ele fica transparente? Eis o grande segredo da marca.

Cada garrafinha tem 200 ml. Duas delas custam 5,99 libras (mais ou menos R$ 30) e são vendidas pelo site do Clear Coffee. 

O grande problema para quem está no Brasil é que, por enquanto, as entregas são feitas apenas na Inglaterra.

Leia também:

Resta é torcer para que o café transparente chegue logo por aqui ou para alguém trazer de presente de viagem. Será que é bom?

O que acharam da novidade do café transparente? Conte nos comentários e compartilhe com seus amigos pelas redes sociais usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo. 

Fotos: Instagram/Reprodução

Compartilhe com seus amigos:

Sabor de café vai parar na camisinha

O mercado vem lançando muitos produtos com aroma e sabor de café. A mais recente novidade é a camisinha. Isso mesmo. Atenta ao movimento favorável do setor, a Prudence lança nesta sexta-feira, dia 14 de abril, o preservativo com sabor de café.

Você vai gostar de ler:

Camisinha com sabor de café é lançada no Dia Internacional do Café

A bebida mais consumida aqui no Brasil é a água. Em seguida, vem o café. Mas, todos sabemos que um bom cafezinho não existe sem a água e que esse é um mercado em crescimento em todo o mundo.

Se quase todo mundo gosta tanto do assim de café, porque não lançar uma experiência diferente? Certamente foi isso que a Prudence pensou ao criar o mais novo integrante da sua família, a camisinha com aroma e sabor de café. E o dia escolhido não podia ser outro: o Dia Internacional do Café.

A Prudence já trabalha com mais de 40 itens no mercado. Só a linha de preservativos chamada de Cores & Sabores soma 10 variações: Morango, Caipirinha, Tutti-Frutti, Hortelã, Melancia, Uva, Chocolate, Vinho Espumante, Melão e, agora, Café.

Leia também:

Com informações do site AdNews. 

O que achou do preservativo com aroma e sabor de café? Quem aí vai testar? Conte pra gente nos comentários e compartilhe nas suas redes sociais usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo. 

Foto: Divulgação

Compartilhe com seus amigos:

Onde fazer descarte de cápsulas corretamente?

O mercado de café em cápsulas só cresce no Brasil e no mundo. E, junto com ele, aumentam as proporções de uma problemática que clama por soluções: a quantidade de lixo que é gerada. Elas são lindas e oferecem toda a praticidade que a correria no dia a dia pede, mas e aí, o que fazer depois de usar? Onde fazer o descarte de cápsulas? Para te ajudar, fizemos uma lista com as possibilidades das principais marcas.

Descarte de cápsulas: confira onde deixar as suas depois de usar

1 . Nespresso

A Nespresso começou a pensar nisso em 1991 na Suíça, onde os pontos de coleta somam 2.600. Segundo informações disponíveis no site oficial da empresa, tanto lá como em países como Alemanha, Suécia e Finlândia contam com um processo de logística e recuperação de cápsulas um pouco mais à frente. Aqui no Brasil, a coleta nas lojas da marca vem funcionando bem, à medida que as pessoas vão se conscientizando da importância dessa ação. Quanto ao processo de reciclagem por aqui, funciona assim: o alumínio, que é de primeiro uso, é encaminhado para a indústria química Suzaquim e pode virar bikes, pias, circuitos, etc. Já a borra vai para indústria de fertilizantes orgânicos Visafértil e acaba retornando à cadeia no plantio.

Veja como funciona:

São 28 pontos de coleta em todo o Brasil por enquanto. Dá para consultar o endereço para o descarte de cápsulas no site Nespresso. 

2 . Dolce Gusto

A Nescafé Dolce Gusto também trabalha com um programa de descarte de cápsulas da sua marca em parceria com o Grupo Pão de Açúcar, que é referência em práticas de sustentabilidade. Os pontos de coleta da Dolce Gusto podem ser encontrados, por enquanto, em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. Em São Paulo são 3 endereços: Av. Brig. Luis Antonio, 3126 – Jd. Paulista; Rua Serafim Orlange , 299 – Ipiranga; e Rua Dr. Altino Arantes, 268 – Vila Clementino. No Rio: Rua José Linhares, 245 – Leblon; e Av. das Américas, 13.701 – Recreio dos Bandeirantes. Em Curitiba: Rua Coronel Dulcidio, 915 – Batel. No site da marca, você também encontra ideias para reaproveitar as cápsulas em casa.

3 . Tres

A Tres, do Grupo 3corações, começou um projeto piloto agora no mês de abril para coletar as cápsulas usadas da marca. Inicialmente, as unidades estão disponíveis em São Paulo e Fortaleza, mas deve haver expansão à medida que for evoluindo. Eles fizeram uma parceria com a Recycling Development e os produtos descartados serão transformados em objetos, como coletores, cantoneiras, telhas e até bases/estrados para uso em unidades fabris do grupo.

Em São Paulo, os pontos de entrega estão disponíveis nas unidades das lojas Fnac de Pinheiros – Praça dos Omaguás, 34 – e Paulista – Av. Paulista, 901. Tem também um ponto no bairro do Ipiranga: Av. Nazaré, 1139. Em Fortaleza, os consumidores podem descartar suas cápsulas nas lojas dos super mercadinhos São Luíz  – Av. Oliveira Paiva, 170, Cidade dos Funcionários ou Desembargador Lauro Nogueira, 1500, Papicu. Além disso, tem o ponto de entrega da Enel (Distribuidora de energia – CE) – Av. Washington Soares, 3000, Engenheiro Luciano Cavalcante. 

Café proibido

A questão é polêmica não só aqui no Brasil. Na segunda maior cidade da Alemanha, Hamburgo, os órgãos públicos estão proibidos de comprar o cafezinho individual. E a preocupação é ambiental, já que existe a dificuldade da reciclagem do material. A dificuldade existe porque a cápsula é fechada e tem a borra de café dentro, ou seja, o que dificulta é a mistura do material orgânico com o inorgânico. Um grande desafio para as marcas, não?

Você pode gostar de ler:

E aí, gostou de saber onde fazer o descarte de cápsulas da maneira certa? Compartilhe nas redes sociais e avise os amigos usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo. 

Foto: Nespresso/Divulgação

Compartilhe com seus amigos:

Esfoliante caseiro com café faz bem?

O papo de hoje é sobre beleza e café. Sim, você pode usar a borra do nosso amado cafezinho em prol do seu bem-estar de uma forma simples, fácil e barata. Existem várias receitas de esfoliante caseiro com café, mas, antes, você precisa ter motivos para fazer em casa, certo? Vou te dar alguns:

Esfoliante caseiro com café é bom?

A primeira vantagem de usar o esfoliante caseiro com café é que o custo do produto acaba saindo por um valor muito inferior com relação aos encontrados no mercado e nem por isso é menos eficiente. Além disso, ao preparar o esfoliante caseiro com café em casa, usando a borra, você vai reaproveitar algo que seria imediatamente descartado e colabora com o meio ambiente, considerando que também é um produto natural. Imagine que se fosse comprar um esfoliante em uma perfumaria, por exemplo, você teria mais uma embalagem para descartar. Pode parecer pouco, mas faz a diferença.

Você vai gostar de ler:

Para acrescentar a essas vantagens, tem os benefícios do esfoliante caseiro com café para a pele. A borra do café carrega propriedades antioxidantes, o que tende a retardar o envelhecimento do maior órgão do corpo humano, a pele. A esfoliação, por sua vez, colabora para limpar os poros e deixar a pele mais lisinha, ajudando a retirar as células mortas. Esfoliar a pele colabora bastante também para o tratamento de acnes.

Já reparou na hashtag #CoffeeScrub no Instagram?

A esfoliação feita com café tem tomado conta das redes sociais. Recentemente, a Revista Marie Claire da França publicou uma matéria falando justamente sobre a tendência do #CoffeeScrub que, em português, significa esfoliação de café.

Segundo a matéria, existe a polêmica de que a borra do café seria eficiente, inclusive, para ajudar melhorar o aspecto da celulite e até a emagrecer, mas especialistas confrontam essa afirmação. A entrevistada reforça que “a esfoliação permite retirar as células mortas e possibilitar uma melhor penetração dos ativos na pele. Se aplicar um redutor de medidas ou anti-celulite após a esfoliação de café, isso pode aumentar a eficácia do produto”.

O tema é polêmico e não impede o lançamento de produtos desse tipo com promessas mil. Uma delas é a marca australiana Body Blendz, que defende que a esfoliação natural é elaborada com uma grande quantidade de grãos de café de alta qualidade misturados a óleos essenciais e, por isso, pode, sim reduzir a celulite graças à sua ação em duas etapas.

Quer sugestões de receitas para fazer em casa e tirar suas próprias conclusões? Aí vai:

Receitas de esfoliante caseiro com café

1 . Ingredientes: 1/4 de xícara de chá de azeite de oliva, 1/3 de xícara de chá de açúcar mascavo e 3 colheres de sopa de borra de café. Modo de preparo: Junte todos os ingredientes em um recipiente e misture até que fique homogêneo.

2 . Ingredientes: 1 colher de sopa de iogurte natural e 1 colher de sopa e borra de café. Modo de preparo: misture os dois ingredientes até ficar homogêneo.

3 . Ingredientes: meia xícara de chá de borra de café e 3 colheres de sopa de mel. Modo de preparo: misture até formar uma pasta homogênea.

Antes de aplicar, lave o rosto com água fria e o sabonete indicado para o seu tipo de pele.

Aplicação: pegue a mistura escolhida com as pontas dos dedos e aplique sobre o rosto ou o corpo fazendo movimentos circulares suaves por uns 2 minutos e, em seguida, enxague. Se a mistura estiver muito áspera, de acordo com os ingredientes, tenha um pouco mais de cuidado com a pele do rosto, já que ela é mais sensível. É recomendado que a aplicação de qualquer uma das receitas seja feita duas vezes na semana, no máximo.

Leia também:

Vale lembrar que todas essas dicas não dispensam uma consulta com um dermatologista. Cada pessoa tem um tipo de pele e só um exame feito por um profissional pode assegurar a eficácia de tratamentos estéticos e de saúde.

Já fez esfoliante caseiro com café antes? Gostou do que leu aqui? Quer acrescentar algo? Conte nos comentários e compartilhe nas suas redes sociais usando a hasgtag #UmCafezinhoPeloMundo.  

Foto: Pixabay

Compartilhe com seus amigos: