Café Starbucks vai abrir megaloja em Chicago, nos EUA

Se você é apaixonado pelo café Starbucks, vai gostar dessa notícia. A maior rede de cafeterias do mundo anunciou na última quarta-feira, dia 26, que vai abrir uma megaloja, como essa da foto, na cidade de Chicago, nos Estados Unidos, em 2019.

Você vai gostar de ler:

O que vai ter de diferente na loja do Café Starbucks de Chicago?

Essa loja do café Starbucks vai estar na Michigan Avenue, uma das ruas comerciais mais conhecidas do mundo. Lá, os consumidores vão poder curtir o ambiente e acompanhar todo o processo de preparo do café, desde a torra até a embalagem, de forma interativa. Além disso, bebidas novas e exclusivas serão servidas por lá.

E mais: lá vai ser possível encontrar os cafés com lotes limitados, que são lançados pela marca de tempos em tempos, e também vai ter cardápio especial para almoço e jantar.

Serão 4 andares, totalizando 43 mil metros quadrados, totalmente dedicados a uma verdadeira experiência tanto com o café como com a marca. Ou seja, poderemos morar lá!

O Chicago Reserve® Roastery é a terceira loja do café Starbucks que segue esse conceito nos Estados Unidos. A primeira foi aberta em Seattle, em dezembro de 2014. Em Nova York, a previsão é de que seja aberta em 2018. Existem planos de abrir também em Xangai e Milão, no final de 2017, e em Tóquio, com previsão para 2018.

Leia também:

Tem notícia melhor para quem ama tomar #UmCafezinhoPeloMundo? O que achou da notícia do novo café Starbucks em Chicago? Conte para os seus amigos e compartilhe nas suas redes sociais. 

Foto: Divulgação/Starbucks

Compartilhe com seus amigos:

Café transparente é lançado na Inglaterra

Parece água, mas é café. A novidade é o Clear Coffee, um café transparente que é consumido gelado e que foi desenvolvido na Inglaterra. O grande diferencial, além da cor, é que justamente por causa disso não é preciso se preocupar com manchas na roupa e também nos dentes.

Você vai gostar de ler:

Café transparente: como é feito, quanto custa e onde comprar?

O Clear Coffee é a primeira bebida de café incolor do mercado mundial. O café transparente é feito sem conservantes, sem açúcar e sem sabor artificial. O café é do tipo Arábica de excelente qualidade e selecionado junto com água pura.

Para conseguir o resultado, é aplicado um método de preparo de café chamado cold brew. Dessa forma, o café é extraído sem nenhum tipo de contato com água quente. Agora, como é que ele fica transparente? Eis o grande segredo da marca.

Cada garrafinha tem 200 ml. Duas delas custam 5,99 libras (mais ou menos R$ 30) e são vendidas pelo site do Clear Coffee. 

O grande problema para quem está no Brasil é que, por enquanto, as entregas são feitas apenas na Inglaterra.

Leia também:

Resta é torcer para que o café transparente chegue logo por aqui ou para alguém trazer de presente de viagem. Será que é bom?

O que acharam da novidade do café transparente? Conte nos comentários e compartilhe com seus amigos pelas redes sociais usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo. 

Fotos: Instagram/Reprodução

Compartilhe com seus amigos:

Sabor de café vai parar na camisinha

O mercado vem lançando muitos produtos com aroma e sabor de café. A mais recente novidade é a camisinha. Isso mesmo. Atenta ao movimento favorável do setor, a Prudence lança nesta sexta-feira, dia 14 de abril, o preservativo com sabor de café.

Você vai gostar de ler:

Camisinha com sabor de café é lançada no Dia Internacional do Café

A bebida mais consumida aqui no Brasil é a água. Em seguida, vem o café. Mas, todos sabemos que um bom cafezinho não existe sem a água e que esse é um mercado em crescimento em todo o mundo.

Se quase todo mundo gosta tanto do assim de café, porque não lançar uma experiência diferente? Certamente foi isso que a Prudence pensou ao criar o mais novo integrante da sua família, a camisinha com aroma e sabor de café. E o dia escolhido não podia ser outro: o Dia Internacional do Café.

A Prudence já trabalha com mais de 40 itens no mercado. Só a linha de preservativos chamada de Cores & Sabores soma 10 variações: Morango, Caipirinha, Tutti-Frutti, Hortelã, Melancia, Uva, Chocolate, Vinho Espumante, Melão e, agora, Café.

Leia também:

Com informações do site AdNews. 

O que achou do preservativo com aroma e sabor de café? Quem aí vai testar? Conte pra gente nos comentários e compartilhe nas suas redes sociais usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo. 

Foto: Divulgação

Compartilhe com seus amigos:

Onde fazer descarte de cápsulas corretamente?

O mercado de café em cápsulas só cresce no Brasil e no mundo. E, junto com ele, aumentam as proporções de uma problemática que clama por soluções: a quantidade de lixo que é gerada. Elas são lindas e oferecem toda a praticidade que a correria no dia a dia pede, mas e aí, o que fazer depois de usar? Onde fazer o descarte de cápsulas? Para te ajudar, fizemos uma lista com as possibilidades das principais marcas.

Descarte de cápsulas: confira onde deixar as suas depois de usar

1 . Nespresso

A Nespresso começou a pensar nisso em 1991 na Suíça, onde os pontos de coleta somam 2.600. Segundo informações disponíveis no site oficial da empresa, tanto lá como em países como Alemanha, Suécia e Finlândia contam com um processo de logística e recuperação de cápsulas um pouco mais à frente. Aqui no Brasil, a coleta nas lojas da marca vem funcionando bem, à medida que as pessoas vão se conscientizando da importância dessa ação. Quanto ao processo de reciclagem por aqui, funciona assim: o alumínio, que é de primeiro uso, é encaminhado para a indústria química Suzaquim e pode virar bikes, pias, circuitos, etc. Já a borra vai para indústria de fertilizantes orgânicos Visafértil e acaba retornando à cadeia no plantio.

Veja como funciona:

São 28 pontos de coleta em todo o Brasil por enquanto. Dá para consultar o endereço para o descarte de cápsulas no site Nespresso. 

2 . Dolce Gusto

A Nescafé Dolce Gusto também trabalha com um programa de descarte de cápsulas da sua marca em parceria com o Grupo Pão de Açúcar, que é referência em práticas de sustentabilidade. Os pontos de coleta da Dolce Gusto podem ser encontrados, por enquanto, em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. Em São Paulo são 3 endereços: Av. Brig. Luis Antonio, 3126 – Jd. Paulista; Rua Serafim Orlange , 299 – Ipiranga; e Rua Dr. Altino Arantes, 268 – Vila Clementino. No Rio: Rua José Linhares, 245 – Leblon; e Av. das Américas, 13.701 – Recreio dos Bandeirantes. Em Curitiba: Rua Coronel Dulcidio, 915 – Batel. No site da marca, você também encontra ideias para reaproveitar as cápsulas em casa.

3 . Tres

A Tres, do Grupo 3corações, começou um projeto piloto agora no mês de abril para coletar as cápsulas usadas da marca. Inicialmente, as unidades estão disponíveis em São Paulo e Fortaleza, mas deve haver expansão à medida que for evoluindo. Eles fizeram uma parceria com a Recycling Development e os produtos descartados serão transformados em objetos, como coletores, cantoneiras, telhas e até bases/estrados para uso em unidades fabris do grupo.

Em São Paulo, os pontos de entrega estão disponíveis nas unidades das lojas Fnac de Pinheiros – Praça dos Omaguás, 34 – e Paulista – Av. Paulista, 901. Tem também um ponto no bairro do Ipiranga: Av. Nazaré, 1139. Em Fortaleza, os consumidores podem descartar suas cápsulas nas lojas dos super mercadinhos São Luíz  – Av. Oliveira Paiva, 170, Cidade dos Funcionários ou Desembargador Lauro Nogueira, 1500, Papicu. Além disso, tem o ponto de entrega da Enel (Distribuidora de energia – CE) – Av. Washington Soares, 3000, Engenheiro Luciano Cavalcante. 

Café proibido

A questão é polêmica não só aqui no Brasil. Na segunda maior cidade da Alemanha, Hamburgo, os órgãos públicos estão proibidos de comprar o cafezinho individual. E a preocupação é ambiental, já que existe a dificuldade da reciclagem do material. A dificuldade existe porque a cápsula é fechada e tem a borra de café dentro, ou seja, o que dificulta é a mistura do material orgânico com o inorgânico. Um grande desafio para as marcas, não?

Você pode gostar de ler:

E aí, gostou de saber onde fazer o descarte de cápsulas da maneira certa? Compartilhe nas redes sociais e avise os amigos usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo. 

Foto: Nespresso/Divulgação

Compartilhe com seus amigos:

Esfoliante caseiro com café faz bem?

O papo de hoje é sobre beleza e café. Sim, você pode usar a borra do nosso amado cafezinho em prol do seu bem-estar de uma forma simples, fácil e barata. Existem várias receitas de esfoliante caseiro com café, mas, antes, você precisa ter motivos para fazer em casa, certo? Vou te dar alguns:

Esfoliante caseiro com café é bom?

A primeira vantagem de usar o esfoliante caseiro com café é que o custo do produto acaba saindo por um valor muito inferior com relação aos encontrados no mercado e nem por isso é menos eficiente. Além disso, ao preparar o esfoliante caseiro com café em casa, usando a borra, você vai reaproveitar algo que seria imediatamente descartado e colabora com o meio ambiente, considerando que também é um produto natural. Imagine que se fosse comprar um esfoliante em uma perfumaria, por exemplo, você teria mais uma embalagem para descartar. Pode parecer pouco, mas faz a diferença.

Você vai gostar de ler:

Para acrescentar a essas vantagens, tem os benefícios do esfoliante caseiro com café para a pele. A borra do café carrega propriedades antioxidantes, o que tende a retardar o envelhecimento do maior órgão do corpo humano, a pele. A esfoliação, por sua vez, colabora para limpar os poros e deixar a pele mais lisinha, ajudando a retirar as células mortas. Esfoliar a pele colabora bastante também para o tratamento de acnes.

Já reparou na hashtag #CoffeeScrub no Instagram?

A esfoliação feita com café tem tomado conta das redes sociais. Recentemente, a Revista Marie Claire da França publicou uma matéria falando justamente sobre a tendência do #CoffeeScrub que, em português, significa esfoliação de café.

Segundo a matéria, existe a polêmica de que a borra do café seria eficiente, inclusive, para ajudar melhorar o aspecto da celulite e até a emagrecer, mas especialistas confrontam essa afirmação. A entrevistada reforça que “a esfoliação permite retirar as células mortas e possibilitar uma melhor penetração dos ativos na pele. Se aplicar um redutor de medidas ou anti-celulite após a esfoliação de café, isso pode aumentar a eficácia do produto”.

O tema é polêmico e não impede o lançamento de produtos desse tipo com promessas mil. Uma delas é a marca australiana Body Blendz, que defende que a esfoliação natural é elaborada com uma grande quantidade de grãos de café de alta qualidade misturados a óleos essenciais e, por isso, pode, sim reduzir a celulite graças à sua ação em duas etapas.

Quer sugestões de receitas para fazer em casa e tirar suas próprias conclusões? Aí vai:

Receitas de esfoliante caseiro com café

1 . Ingredientes: 1/4 de xícara de chá de azeite de oliva, 1/3 de xícara de chá de açúcar mascavo e 3 colheres de sopa de borra de café. Modo de preparo: Junte todos os ingredientes em um recipiente e misture até que fique homogêneo.

2 . Ingredientes: 1 colher de sopa de iogurte natural e 1 colher de sopa e borra de café. Modo de preparo: misture os dois ingredientes até ficar homogêneo.

3 . Ingredientes: meia xícara de chá de borra de café e 3 colheres de sopa de mel. Modo de preparo: misture até formar uma pasta homogênea.

Antes de aplicar, lave o rosto com água fria e o sabonete indicado para o seu tipo de pele.

Aplicação: pegue a mistura escolhida com as pontas dos dedos e aplique sobre o rosto ou o corpo fazendo movimentos circulares suaves por uns 2 minutos e, em seguida, enxague. Se a mistura estiver muito áspera, de acordo com os ingredientes, tenha um pouco mais de cuidado com a pele do rosto, já que ela é mais sensível. É recomendado que a aplicação de qualquer uma das receitas seja feita duas vezes na semana, no máximo.

Leia também:

Vale lembrar que todas essas dicas não dispensam uma consulta com um dermatologista. Cada pessoa tem um tipo de pele e só um exame feito por um profissional pode assegurar a eficácia de tratamentos estéticos e de saúde.

Já fez esfoliante caseiro com café antes? Gostou do que leu aqui? Quer acrescentar algo? Conte nos comentários e compartilhe nas suas redes sociais usando a hasgtag #UmCafezinhoPeloMundo.  

Compartilhe com seus amigos:

Sabonete de café é lançado por empresas brasileiras

O café pode ser reaproveitado de muitas formas. A borra do café, que é o que sobra depois do preparo da bebida, pode, inclusive, contribuir para a beleza e o bem-estar, com o sabonete de café. Muitas receitas caseiras indicam que é possível fazer em casa, mas, foi justamente pensando nisso que duas empresas se uniram para oferecer esse produto prontinho.

Sabonete de café é opção sustentável

O Café do Moço, grupo de Curitiba, no Paraná, em parceria com a L’odorat – Saboaria e Cosmética Artesanal desenvolveu uma linha exclusiva de sabonetes esfoliantes com café. O produto tem como base a borra dos cafés do Barista Coffee Bar, cafeteria do grupo Café do Moço.

O sabonete de café é esfoliante, não tem ingredientes de origem animal e é biodegradável. O produto é produzido manualmente e, por isso, além de ter uma capacidade de hidratação diferenciada, as cores e texturas podem variar de acordo com o lote.

O produto custa a partir de R$18 e pode ser encontrado no Barista Coffee Bar, na loja de parceiros da torrefação Café do Moço ou pelo site, com entrega para todo o Brasil.

Onde comprar?

O Barista Coffee Bar fica na Rua Moyses Marcondes, 609 – Juvevê  – Curitiba-PR. O telefone é (41) 3501-8234. Para saber onde estão as lojas parceiras do Café do Moço ou para comprar pelo site, é só acessar www.cafedomoco.com.br.

Você vai gostar de ler:

O que achou da novidade? Dá vontade de experimentar o sabonete de café, né? Conte a sua opinião nos comentários e compartilhe com os seus amigos usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo. 

Foto: Divulgação

Compartilhe com seus amigos:

Pó de café usado: 5 dicas para reaproveitar

O cafezinho tá na mesa! Mas, depois que a bebida fica pronta, o que é que você faz com o pó de café que fica? Muita gente joga a borra no lixo sem saber que ela pode ter utilidades interessantes e até mais sustentáveis. O pó de café usado pode e deve ser reaproveitado no dia a dia e existem alternativas nada complicadas de implementar na sua rotina. De quebra, você consegue reduzir a produção de lixo em casa e ajuda o meio ambiente. Quer ver só?

Você vai gostar de ler:

O que fazer com o pó de café usado?

Veja as dicas para reaproveitar a borra depois de preparar o cafezinho em casa. Para todas as recomendações, é importante que o café tenha sido preparado sem açúcar, ok?

1 . Fertilizante natural

O pó de café usado é um adubo natural excelente. Experimente colocar um pouquinho nas suas plantas, misturado com um punhado de folhas secas trituradas. Além de ajudar no crescimento saudável das plantas, a borra também as protege contra formigas e lesmas que se aproximarem para danificá-las.

2 . Espanta o mau cheiro

Outra dica boa é usar o pó de café usado para remover o mau cheiro de ambientes em casa, do chulé e até aquele cheiro de alho e cebola das mãos depois de cozinhar. No caso dos ambientes, deixe o pó secar e coloque em um recipiente pequeno no cantinho do ambiente de sua preferência. Para acabar com o chulé, coloque o pó de café usado seco em um saquinho com furinhos bem pequenos dentro do sapato de um dia para o outro. Para tirar o cheiro de alho e cebola das mãos, basta passar o pó de café esfregando suavemente e depois lavar com água e sabão. Um pouquinho do pó de café dentro da geladeira também pode ser a solução para quando aquele mau cheiro não sai de jeito nenhum.

3 . Ajuda nas tarefas domésticas

A borra de café pode ser uma super colaboradora para aquelas tarefas chatas do dia a dia em casa. Quer clarear a pia ou o piso, por exemplo? Misture um pouco do pó de café com o sabão da sua preferência e use uma bucha para aplicar. Na hora de lavar a louça, essa mesma mistura ajuda a tirar os alimentos presos de pratos, panelas e assadeiras.

4 . Esfoliante natural

Cuidar da beleza pode ficar mais em conta com a ajuda do cafezinho. Você pode preparar um esfoliante natural para o seu corpo. Basta misturar o pó de café usado com o sabonete líquido de sua preferência e aplicar na hora do banho. Misturar com óleo de banho também funciona.

5 . Renova suas roupas

A borra de café pode ser usada também para deixar suas roupas de cara nova. Basta escolher aquela peça mais velhinha do guarda-roupa e misturar um pouco da borra em um recipiente grande com água. Ao colocar a peça, verifique se a água a cobre por completo. Deixe descansar por mais ou menos 8 horas. O efeito em cada peça é único. A tonalidade pode mudar de acordo com a quantidade de café que você colocar na água, com a composição do tecido e também de acordo com o tempo de repouso da experiência. Tem até uma marca de Santa Catarina que já usou o café para tingir jeans e malhas em sua coleção. Não é legal?

Tem mais alguma dica ou sugestão sobre a reutilização do pó de café usado? Conte nos comentários e, se você gostou, compartilhe nas redes sociais usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo. 

Foto: Pixabay

Compartilhe com seus amigos:

10 benefícios do café para a saúde

Além de ter um sabor e um cheiro maravilhosos que melhoram qualquer humor, o cafezinho nosso de cada dia pode ser muito bom para a saúde, sabia? Antes de falar sobre quais são os benefícios do café, vale lembrar que ele é a segunda bebida mais consumida do Brasil e só perde para a água. Com tantos adeptos assim pelo Brasil e pelo mundo, alguns estudos já foram capazes de comprovar as vantagens de se consumir a bebida. Confira:

Os benefícios do café no dia a dia

1 . Café faz bem para a memória

O consumo moderado de café ajuda a deixar a memória mais ativa, o cérebro trabalha melhor. De acordo com uma pesquisa da Universidade Johns Hopkins, a cafeína faz bem para a memória de longo prazo, mas não pode colaborar para recuperar a memória perdida, por exemplo.

2 . Café te dá mais energia

Aquele cafezinho de manhã e no meio da tarde para despertar faz todo sentido. Consumir café pode te oferecer mais energia e disposição para o dia, inclusive para a prática regular de exercícios físicos, porque eleva o nível de adrenalina no sangue.

3 . Café ajuda na digestão

Aquele cafezinho depois do almoço salva, não é? O café é estimulante e, por isso, ao ser ingerido aumenta os movimentos gastrointestinais e colabora com a digestão.

4 . Café pode ajudar a emagrecer

O pretinho básico pode ajudar também na perda de peso. Isso porque o consumo de café acelera o metabolismo. O que acontece é que são liberados os ácidos graxos das gordurinhas extras e a taxa metabólica é elevada em até 11%.

5 . Café faz bem ao coração

O café tem propriedades antioxidantes e a sua ingestão pode ajudar a reduzir em 21% os risco de desenvolver doenças de coração. Uma pesquisa realizada pelo InCor (Instituto do Coração) em parceria com a Empraba mostra que não existem evidências de que o café faça mal para quem tem problemas cardíacos. Outro estudo, da Universidade de Harvard, revela que os participantes que bebiam até cinco xícaras grandes de café por dia apresentaram menos risco de morrer de doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2. Os resultados foram semelhantes para os adeptos da bebida descafeinada, o que sugere que os benefícios vão além da cafeína. Ainda de acordo com outra pesquisa do InCor, o café com a torra mais escura é a melhor opção.

Você pode gostar de ler:

6 . Café protege contra o Alzheimer

Quem consome o café com frequência moderada tem menos chances de ter Alzheimer e também o mal Parkinson. Isso ocorre porque os efeitos dos ácidos e da cafeína ajudam no processo de desinflamação. Segundo um estudo da Universidade da Indiana, nos Estados Unidos, o café tem até 24 compostos que estimulam a produção de uma enzima, que protege os neurônios do estresse e combate o acúmulo da proteína TAU, que está associada ao surgimento de doenças degenerativas.

7 . Café ajuda a afastar a depressão

Um dos benefícios do café é que ele te deixa mais feliz, pois tem leves efeitos antidepressivos. Segundo o Instituto D’Or de Pesquisa, o cheiro do café ativa as regiões do cérebro que provocam sensação de prazer, como sexo e algumas drogas.

8 . Café ajuda a evitar câncer de fígado

O café é rico em antioxidantes. Essa é uma propriedade que colabora para evitar a degradação das células. O café ajuda ainda a melhorar o metabolismo hepático, sintetizando melhor as proteínas e eliminando as toxinas de forma mais eficiente. E mais: o café ajuda na prevenção da fibrose hepática e o começo de uma cirrose.

9 . Café tem poder rejuvenescedor

O poder antioxidante do café já faz parte da indústria da beleza. Essas propriedades retardam o processo de envelhecimento das células do corpo. Grandes marcas de cosméticos apostam forte nos efeitos rejuvenescedores do café verde em cremes anti-rugas, por exemplo.

10 . Café reduz a probabilidade de desenvolver diabetes tipo 2

Experimento da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, mostra que pessoas que aumentaram o consumo de café a cada dia por 4 anos reduziram em 11% o risco de desenvolver diabetes tipo 2. Por outro lado, os que diminuíram o consumo do cafezinho aumentaram em 17% as chances de desenvolver a doença.

Leia também:

Tenha cuidado com o excesso

Os benefícios do café são evidentes. Mas, se consumido em excesso, o cafezinho pode, sim, fazer mal à saúde. Como tudo na vida, né? Especialistas alertam que quando uma pessoa ingere cafeína demais pode sofrer com alguns efeitos colaterais, como a insônia, estresse e alteração dos batimentos cardíacos. Além disso, vale ressaltar que o café não causa gastrite ou refluxo, mas pode contribuir com os sintomas de quem já apresenta esses quadros.

Se tiver qualquer dúvida sobre a quantidade de café ideal a ser consumida, o recomendado é consultar um especialista e rever seus hábitos e sua alimentação. A média recomendada é de 2 a 3 xícaras por dia, mas cada organismo é único e reage de uma forma.

Gostou de saber sobre os benefícios do café para a sua saúde? Comente com a gente e compartilhe nas suas redes sociais usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo. 

Fotos: Pixabay

Compartilhe com seus amigos:

Caffè Florian: parada obrigatória em Veneza

Tudo começou em dezembro de 1720 e segue operando maravilhosamente bem desde então. O Caffè Florian tem quase 300 anos, gente! Ele é o café mais antigo da Itália e tem esse nome em homenagem a Floriano Francesconi, o primeiro proprietário da casa.

A história do Caffè Florian

O Florian já foi cenário de mudanças econômicas e sociais importantes e no começo eram apenas 2 salas. O que vemos hoje é resultado da última restauração, começada por volta de 1858 e terminada em 2012, com 3 salas a mais. São 5 salas, todas com afrescos, sofás em veludo vermelho, detalhes em dourado e mármore.

Tem a Sala do Senado, a mais importante para os Venezianos, dada a sua importância histórica e artística. Em 1893, foi ali que nasceu a ideia Bienal de Veneza, que viria a sair do papel 2 anos depois; a Sala Chinesa, com obras de Antonio Pascutto; a Sala Oriental, com pinturas do veneziano Giacomo Casa, datadas da segunda metade do Século XIX; a Sala das Estações, toda em motivos florais, com a inspiração do famoso arquiteto italiano Ludovico Cadorin; e, por último, a Sala Liberdade, que é a menor de todas e também tem influência floral. Essa última tem espelhos pintados à mão e foi criada em 1920 para marcar o bicentenário do café e mais tarde foi usada para armazenamento. Em 1986, foi restaurada e voltou a funcionar.

Estar em uma das salas do Florian é como voltar no tempo! Goethe, Rousseau, Balzac, Marcel Proust e Modigliani são alguns exemplos de frequentadores do Caffè nesses quase 300 anos de vida, já que por algum tempo era a única cafeteria que permitia a entrada de mulheres.

Você vai gostar de ler:

O cardápio do Caffè Florian

Para comer, pedimos um Toast Florian (com presunto, queijo e um molho da casa delicioso), um Tiramisù (dos deuses!!!) e dois cafés, sendo o da esquerda o Caffè dell’Imperatore (café, licor de zabaione e creme de leite) e o Caffè del Doge (café, creme de gianduia da casa, creme de leite e avelã). Tem opções para todos os gostos e é difícil escolher! Dá uma olhadinha aqui no cardápio completo.

Não é barato, tá? (A conta da mesa abaixo ficou em torno de 50 euros). Mas, garanto que é uma experiência histórica e gastronômica que vale a pena!

Caffè Florian

Endereço: Piazza San Marco, 57, Veneza (Itália)

Aberto todos os dias. De segunda a quinta-feira, das 10h às 21h. Sextas e sábados, das 9h às 23h. Domingos, das 9h às 21h.

E-mail: servizi@caffeflorian.com

Tel.: +39 041 520 56 41

Gostou de conhecer um pouquinho mais sobre o Caffè Florian em Veneza? Deixe um comentário e compartilhe com seus amigos usando a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo.

Foto de destaque: Pixabay

Compartilhe com seus amigos:

Movimento anti-café é tendência e não tem nada contra o cafezinho

Já ouviu falar do termo anti-café? Não é nada contra beber ou acabar com hábito do cafezinho, não. É uma proposta que surgiu na Rússia e que vem se espalhando pelo mundo. Basicamente, é como se a cafeteria se transformasse em um co-working e te alugasse uma estação de trabalho por um determinado período do dia com os itens do cardápio inclusos à vontade, com cafés de qualidade, chás, pães e bolos, além de Wi-Fi, é claro. Se quiser levar a sua própria comida também, tudo bem. É para se sentir em casa mesmo.

Com o advento e fortalecimento da economia criativa, ainda bem que as cafeterias estão encontrando soluções eficazes para lucrar de forma sustentável e deixar os clientes e trabalhadores remotos à vontade, promovendo um espaço agradável para networking. Quando se trata de anti-café, a forma de consumo é outra e não existe aquele desconforto de se sentir pressionado para fazer o pedido o tempo todo, sabe?

Anti-café no Brasil: onde tem e quanto custa?

Em São Paulo tem o Lemni Café, que fica em Pinheiros e inaugurado em junho deste ano, e em Belo Horizonte tem o Guaja, que abriu as portas em fevereiro deste ano e também oferece espaço para eventos e sala de reunião. Nos dois estabelecimentos, se você precisa ficar só 15 minutos ou o dia todo, vai pagar proporcionalmente, como se fosse uma tarifa de estacionamento.

No Lemni, meia hora custa R$ 12 e você paga mais R$ 3 a cada 15 minutos, sendo que a diária tem o valor máximo de R$ 66 e você tem a opção de pagar só pelo que consumir. Por exemplo, um cafezinho custa R$ 3,50. Já no Guaja, uma hora completa custa R$ 12 e, por dia, o valor pode chegar a R$ 48, sem essa alternativa de pagar só pelo que consumir.

Lemni Café

Rua Simão Álvares, 781, São Paulo | Tel.: (11) 98611-7450

De segunda a sexta-feira, das 10h às 19h.

Guaja Café

– Av. Afonso Pena, 2881, Belo Horizonte | Tel.: (31) 2127 – 1517

De segunda a quinta-feira, das 8h às 23h30; às sextas, das 8h às 00h30; e sábados, das 9h às 00h30.

Cafeteria de São Paulo oferece diária de café especial e internet

O espaço é lindo e faz a experiência do café ainda mais interessante e inspiradora. O Octavio Café chama a atenção na Avenida Faria Lima, em São Paulo. Não tem exatamente a mesma proposta de anti-café, mas está quase lá! A novidade é que o cliente pode aproveitar melhor o espaço para um dia todo de trabalho com café à vontade.

A proposta do Café do Dia começou em outubro deste ano e funciona assim: você paga R$15,90 e recebe uma caneca para consumir café filtrado à vontade pelo tempo em que permanecer na cafeteria, que tem Wi-Fi gratuito. Cada dia é servido um blend diferente, feito pelos baristas da casa. De acordo com o gerente Jonas Picirillo, a ideia é atrair justamente o público que passa a tarde em trabalhando e fazendo reuniões de lá.

Lembrando que o Café do Dia não é válido nas unidades do Aeroporto de Viracopos, em Campinas, e nem na do Shopping Eldorado.

Matriz Octavio Café

Av. Brigadeiro Faria Lima, 2996, São Paulo | Tel.: (11) 3074-0110

Horário do Café do Dia: de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h.

Estacionamento com manobrista: de segunda a sexta R$26 (período de até 3 horas); finais de semana R$10 a primeira hora, R$10 a segunda hora e R$5 demais horas.

Podemos ficar tranquilos, os cafezinhos estão garantidos. O “anti” do termo anti-café faz oposição aos modelos tradicionais de cafeterias que oferecem Wi-Fi, mas te pressionam para desocupar a cadeira se você não consome nada enquanto trabalha.

O valor pode não ser tão baixo quanto você esperava, mas já colocou na ponta do lápis quanto custa manter uma sala comercial e toda a infra-estrutura necessária para trabalhar com qualidade de vida e bons cafés? Sem contar o Networking, né?

Por aqui, o movimento ainda é tímido, mas o importante é que começou. Sobre os muitos anti-cafés pelo mundo, vamos falar em breve. Conhece algum bacana para compartilhar com a gente? Escreva nos comentários ou use a hashtag #UmCafezinhoPeloMundo nas redes sociais.

Foto: Pixabay

Compartilhe com seus amigos: